24 maio 2017

[Resenha] Presentes da Vida - Por Emily Giffin



Título: Presentes da Vida
Autor (a): Emily Giffin
Páginas: 384
Editora: Novo Conceito
Skoob || Encontre

Sinopse: Darcy Rhone sempre teve todos os homens aos seus pés. Tinha um emprego glamouroso, um seleto círculo de amizades e um noivo perfeito, Dexter Thaler. No entanto, tudo mudou quando Darcy se envolveu com o melhor amigo de seu noivo... Seu noivado acabou e perdeu sua melhor amiga, Rachel.
Incapaz de assumir responsabilidades e de enfrentar todo esse mal-estar, Darcy foge para Londres, para a casa de um amigo de infância, imaginando que poderia passar uma borracha em tudo isso. Mas, para seu desânimo, Londres se torna um mundo estranho, onde seus truques de sedução não mais funcionam e onde sua sorte parece ter se evaporado. Sem amigos nem família, Darcy precisa dar novo rumo à sua vida e, assim, começa uma linda trajetória rumo ao crescimento e ao amor.


“Essa lição foi apenas reforçada com o passar dos anos, já que continuei o meu reinado como a garota mais bonita em grupos de competidores cada vez maiores. A garota mais cobiçada nos últimos anos do ensino fundamental e no ensino médio. Mesmo assim, diferentemente dos personagens dos meus filmes favoritos de John Hughes, a minha beleza e popularidade nunca fizeram eu me tornar uma pessoa má. Eu dava ordens como um bom ditador, mas controlava as outras garotas populares que tentavam abusar do poder que tinham sobre os outros. Não me uni ao “grupo dos populares” e permaneci fiel à minha melhor amiga inteligente, Rachel. Eu era tão popular que poderia criar minhas próprias regras.”

   Com um rosto delicado e belos cachos cor de café, Darcy Rhone é o que podemos considerar a típica mulher bonita para os padrões da sociedade. Desde criança é a garota que as outras garotas desejavam ser e que os garotos desejavam ter. A grande diferença entre ela e sua melhor amiga de infância, Rachel, é que enquanto uma esbanja beleza e sensualidade, a outra é dotada de uma inteligência que falta na primeira e pouco notada, quando se trata de sua aparência. Esse contraste jamais fora um problema grave para a amizade das duas até que, no livro O Noivo da Minha Melhor Amiga, que antecede Presentes da Vida, Rachel descobre-se apaixonada por Dexter, seu amigo de faculdade e quem está prestes a se casar com Darcy. Nesse segundo livro, Darcy vê sua vida desmoronar após ter perdido seu noivo às vésperas do grande dia e, de quebra, sua melhor amiga junto. Além disso, vai descobrir que a pessoa com quem deixou-se envolver na esperança de que a acompanhasse nessa fase difícil, não é o que parece ser.

“A confiável e leal Rachel, minha melhor amiga há vinte anos, que sempre concordava com as minhas vontades ou, pelo menos, tentava conciliá-las com as suas, teve a coragem de — “A-ha! Pow!” — me dar um soco arrebatador. Fiquei cega. O elemento-surpresa da sua traição foi o que mais me machucou. Nunca esperaria por isso. Foi tão inesperado quanto um cão-guia conduzir o seu dono em direção a um caminhão.”

   Mimada, temperamental e acostumada a dar mais importância às aparências do que a qualquer outra coisa, Darcy vive em um círculo de amigos muito semelhantes a ela que, naturalmente, não vão reagir bem à seu estado atual. Tão sozinha quanto nunca estivera e sentindo-se perdida, ela resolve buscar amparo em outro país, junto de seu amigo de infância porém muito mais amigo de Rachel, Ethan, não porque sejam próximos, mas porque ela sabe que ele não lhe negaria abrigo.

“Ethan me levou para os fundos do hall escuro e frio e, depois, para a minha frustração, desceu algumas escadas.
Eu não suportava apartamentos no subsolo. Eles me davam claustrofobia. Eles também não tinham uma boa iluminação e nenhuma vista ou sacada. “Talvez o seu interior compensasse”, pensei, enquanto Ethan abria a porta.
— Então, aqui estamos. Lar doce lar — disse ele.
Eu olhei ao redor, tentando fingir que não estava desapontada.
— Eu lhe falei que era pequeno — disse ele, me mostrando o apartamento. Tudo estava organizado, limpo e bem decorado, mas nada me lembrava o estilo europeu, com exceção da bela moldura em gesso no teto alto. A cozinha era indescritível, o banheiro era muito desagradável, coberto com papel de parede (o que era estranho em se tratando de um banheiro, mas comum, de acordo com Ethan) e o lavabo era minúsculo.
— Uma graça de apartamento — eu disse, com um sorriso falso.“

Esperando encontrar conforto, luxo e, quem sabe, um britânico rico para viver um romance dos sonhos, Darcy embarca nessa jornada que tanto lhe ensinará sobre si mesma, a vida e o que realmente tem valor nela. Descobrirá, pouco a pouco, que sorrisos brotam das coisas mais simples, como cair no sono ao lado de quem se ama ou preparar ovos mexidos para alguém de quem se quer cuidar. Estará rodeada de pessoas que prezam, mais do que seu rostinho bonito, seu coração. Terá que buscar uma versão melhor de si própria e, talvez, acabe entendendo que essa é a versão que lhe faz verdadeiramente feliz.







O livro é escrito em primeira pessoa, narrado pela protagonista, Darcy. Apesar de ser o sucessor de O Noivo da Minha Melhor Amiga, Presentes da Vida é um livro que pode ser lido de forma independente, não alterando de modo algum a compreensão. Porém, claro, para quem quiser ler eu recomendo que leia ambos, pois considero importante conhecer todos os detalhes de todos os personagens para conseguir formar uma opinião concreta a respeito da história.

Em primeiro lugar eu preciso dizer que comecei a ler Presentes da Vida com expectativas quase nulas. O motivo? Eu iniciei O Noivo da Minha Melhor Amiga cheia de empolgação, amor proibido e tudo mais, tinha certeza que ia amar. Me decepcionei. Visto que no livro anterior a Darcy já tinha se mostrado uma personagem bastante fútil e egocêntrica, eu tive sérias dúvidas de que esse segundo pudesse ser melhor. Mas ah, foi sim, foi muito! Talvez eu possa ressaltar como ponto negativo, justamente, essa personalidade chata e diversas vezes até um tanto infantil da protagonista que prevalece por vários capítulos, até mesmo nesse livro. Mas vamos aos pontos positivos.

O que mais me prendeu foi a naturalidade com que a autora conduziu a história. Houve uma transformação inegável na Darcy, claro. Mas isso não ocorreu do dia para a noite. Não foi de uma maneira que parecesse forçada aos olhos do leitor. Foi lentamente, aos pouquinhos. De modo que nós conseguimos acompanhar essa mudança toda, passo a passo. Senti como se estivesse convivendo com alguém, diariamente, observando os progressos dessa pessoa.

Em relação aos personagens, é até meio contraditório, porque a Darcy soube ser a personagem que eu odiei e amei. Me irritei com ela em vários pontos, mas acompanhar ela se redescobrindo e reencontrando como uma pessoa doce e divertida me cativou bastante. E o Ethan, claro, que é um amor. Gentil e carinhoso de uma forma tão, tão simples que é impossível não se apaixonar por ele. Eu poderia citar outro personagem que se ligará a Darcy e que foi bem especial para mim, mas não vou falar sobre ele para não soltar spoilers.

Foi um enredo, na minha opinião, muito fofo e bem construído. Uma leitura leve estilo fim de tarde, mas que, ao mesmo tempo, nos oferece várias reflexões sobre o valor que damos para cada coisa e as pessoas que realmente estão do nosso lado quando precisamos que alguém esteja lá.

20 comentários:

  1. Ola
    Esse livro é mais antigo né, eu já o li e me lembro que foi uma leitura bem proveitosa, gosto do estilo da autora e já li outros títulos seus. De fato, a autora sabe mesmo como usar da naturalidade, e deixa as cenas mais realistas na minha opinião. Adorei poder conferir suas impressões, e em especial para poder recordar da trama.
    Beijos, F

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Adoro os livros dessa autora, pois sempre pego algum ensinamento e lições que levo para a vida. Fiquei contente que você tenha gostado da leitura e que o enredo tenha sido fofo e bem construído. Também me senti levemente encantada com a Darcy, que parece ter mudado muito.
    Não sabia que ela fazia parte de outro livro da autora e fiquei contente com isso.
    Vou anotar a dica, sem dúvidas.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Oi Isabela,
    eu não fui muito bem sucedida na minha primeira leitura de uma obra da autora, até disse que daria uma nova chance para uma outra obra, mas depois disso nunca mais tive muita vontade de ler os livros dela, sei lá. Eu meio que desanimei, mas sua resenha me encheu de esperança, talvez eu me saia melhor com esse livro que parece ter uma história linda, vou tentar ler ele e ver como flui.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Oi, tudo bem?
    Então, conheço a autora, mas não tenho muita vontade de ler os livros dela por conta dessa realidade (sou fã de fantasia). Parece ser uma história que traz várias reflexões e fico feliz que você tenha gostado, mas por enquanto vou passar a dica.

    ResponderExcluir
  5. Olá,

    Há muitos anos atrás, eu li e amei um livro da autora, desde então tenho curiosidade em ler outros livros dela, mas até hoje, infelizmente, a oportunidade não surgiu. Eu assisti ao filme, contudo não me interessei muito pelo livro. Gostei de saber um pouco mais sobre essa obra, o desenvolvimento da personagem me agrada muito.

    ResponderExcluir
  6. Oie, tudo bom?
    Não sabia da existência desse livro!
    Adoro romances proibidos, porém a infantilidade da personagem pode me irritar muito, não tenho paciência! Sendo esse o unico ponto negativo, eu daria sim uma chance a obra ♥ Espero poder conhecer algo da autora em breve!

    ResponderExcluir
  7. Oi Isaabela, li est elivro tem um tempão, mas a minha expectativa era bem parecida com a sua: eu queria um livro para odiar ainda mais a Darcy... me dei mal!!!! hahahaha
    É um livro que eu gostei bastante e sempre recomendo ara as amigas.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Eu realmente nunca ouvi falar da autora ou da obra. Eu já fico com um pé atrás sobre a leitura por causa da sinopse. Traição? Realmente não gosto de situações assim. E pela descrição da personagem eu acredito que passaria mais tempo irritada sobre o seu comportamento do que prestando atenção em outros fatos da história. Se eu lesse o livro, acredito que seria pelo Ethan. Fofo e gentil? Meu homem! Mas não parece ser uma leitura que eu vá gostar, enfim, obrigada de qualquer forma pela dica ♥
    Um beijo

    ResponderExcluir
  9. Oiee Isabela ^^
    Fico feliz em saber que você gostou deste livro, mas eu desisti da autora...haha'
    Li dois livros dela e praticamente odiei os dois. Talvez "odiar" seja uma palavra forte, mas acontece que eu achei ambos tão maçantes e chatos que... Não sei, não acho que eu vá ler outra coisa da Emily um dia *-*
    MilkMilks ♥

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    Não conhecia esses livros e também não posso dizer que seriam meus prediletos pra poder ler, mas devo dizer que me cativou um pouco a história ser passada com o redescobrimento da personagem principal em relação à si mesma e à vida.
    Ainda não sei se é algo que me faça querer ler no mesmo instante e também não sei dizer se gostaria de ler os dois, mas ao mesmo tempo eu ficaria chateada de não conhecer tão profundamente os personagens haha
    Enfim, quem sabe um dia eu dê uma chance, ou eu acabe dando de cara com ele de novo e me venha aquela vontade louca de ler.
    Gostei muito da resenha, obrigada pela dica!
    Beijos~

    ResponderExcluir
  11. Olá Isabela,
    Esse livro nunca me chamou atenção, pois vi o filme baseado no primeiro e não curtir muito e foi exatamente por causa da Darcy.
    Mas parece que os livro desconstrói ela.
    Já é a segunda resenha que leio e que me reanima para dar uma chance ao livro.
    Quem sabe não acabo lendo mesmo. rsrsrs

    Bjs,
    https://garotasdepapel.blogspot.com.br/2017/05/ola-pessoal-desculpem-invasao.html

    ResponderExcluir
  12. Oie! Eu não conhecia a série nem a autora, mas depois da sua resenha fiquei muito empolgada para conhecer o enredo e acompanhar a evolução da protagonista. Mesmo você dizendo que o livro pode ser lido de forma independente, duvido que eu me aguentaria em ler só esse, hahah. EU provavelmente me irritaria muito com a Darcy, mas adoraria ver ela caminhando rumo a ser uma pessoa melhor. Adorei a resenha e adorei mais ainda a indicação. Espero muito poder ler em breve!

    Beijos,
    Fernanda Goulart

    ResponderExcluir
  13. Se eu não me engano, apenas li 1 livro desta autora. Gosto muito do jeito suave que ela escreve. Não conheço esse livro dela, mas gostei de saber que mostro o processo de aceitação para uma nova fase sentimental, de valores. Isso é bom para mostrar aos leitores que eles também podem passar por isso. Não é uma leitura que vou me focar e ler, mas eu gostei da resenha e da lição que o livro passa.

    ResponderExcluir
  14. Olá! Tudo bem?

    Eu sempre vejo essa capa por aí, mas, nunca procurei saber mais sobre o livro. Agora, fiquei completamente apaixonada!

    Fiquei com MUITA vontade de lê-lo e de ler também O Noivo da Minha Melhor Amiga. O bom é que finalmente conheço a escrita dessa autora. ❤

    Muito obrigada pelas indicações!

    Beijos e até!

    www.dreamsandbooks.com

    ResponderExcluir
  15. Oi!
    Ainda não conhecia esse livro, mas fiquei bastante feliz em saber que dá pra ler fora de ordem e também que foi muito melhor que o outro da autora que você leu.
    É muito bom quando os personagens evoluem de uma maneira real na obra, sem ser da noite pro dia, afinal na vida real a gente demora um tempinho para aprender com os nossos erros, não é mesmo?
    Enfim, adorei a indicação na resenha, pois às vezes é ótimo ler um livro assim mais leve para passar o tempo

    ResponderExcluir
  16. Olá!
    Eu comecei a ler sua resenha, aí quando cheguei na parte que você cita as características da personagem, já pensei: "Não suporto personagem mimado", mas aí fui lendo e comecei a me interessar mais, porque, pelo que parece, a personagem vai aprender bastante durante as páginas e esse jeito vai ser deixado de lado, o que é ótimo, porque isso faz com que a gente mesmo passe a pensar nos nossos atos. Lógico que já fiquei com receio de ler o primeiro livro e ter que lidar com a personalidade dessa mesma personagem, que lá parece não evoluir, né? hahahaha. Mas como esse livro te surpreendeu, creio que posso ficar surpresa também. Vou anotar a dica e tentar ler ambos os livros.
    Beijos,
    Nay
    Traveling Between Pages

    ResponderExcluir
  17. Oi, tudo bem?
    Apesar da capa não ser muito convidativa, admito que a sinopse me deixou intrigada. Fico bastante feliz em saber que, apesar de fazer parte de uma série, não é necessário ler os livros anteriores, pois a sua resenha me chamou muito a atenção. Eu adoro romances e como já li vários elogios em relação a escrita da autora, com certeza irei ler assim que surgir uma oportunidade. Me parece ser uma obra rica em mensagens que os leitores podem levar para vida toda!


    Beijos! ♥

    ResponderExcluir
  18. Oi, Isabela!
    Eu amo esse livro! Ele é um dos meus preferidos da vida justamente pelo protagonista ser tão insuportável, egocêntrica e mimada. O que mais me cativa nessa história é a forma como a autora constrói a personagens e mostra ao leitor toda a evolução e crescimento pessoal dela ao logo da narrativa. A Darcy evolui como pessoa e amadurece muito; sem falar que o romance é muito fofo!

    Beijos,

    Rafa [ blog - Fascinada por Histórias]

    ResponderExcluir
  19. Olá, tudo bem?
    Eu amo o filme "O noivo da minha melhor amiga", mas ainda não tive a oportunidade de ler o livo. Não tinha ideia de que tinha um segundo livro, mas já quero kkk.
    No filme, eu não gostei nada da Darcy, mas acho que deve ser interessante ver o ponto de vista dela depois dos acontecimentos do livro anterior. Afinal, depois de passar por tudo aquilo, ela tinha que melhorar né?
    Fico feliz de saber que você gostou mais desse livro e que as mudanças na Darcy são naturais e que permitem ao leitor acompanhar a evolução da personagem.
    Adorei sua resenha e fiquei muito feliz de saber da existência desse livro. Vou querer ler esse e o primeiro.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  20. Oi!!
    Não conhecia o livro, mas confesso que não faz muito meu estilo.
    Fico feliz que essa leitura tenha te surpreendido positivamente e que a personagem antes odiada tenha se redimido gradualmente hahaha.
    Ainda assim, não despertou muito meu interesse :/

    ResponderExcluir