14 fevereiro 2017

[✞=♥] Mais amor por favor



Quando criei o blog, meu principal intuito era falar sobre livros, mas também queria trazer o meu jeito e pensamentos para ele, e com isso nasceu o Rillismo, meu mundo particular (que divido com vocês com muito amor) e de toda essa equipe maravilhosa que hoje faz parte dele. Mas algo que vem me incomodando bastante é que uma parte minha ainda não trouxe aqui para vocês, e essa parte é muito importante e presente em minha vida, que é o amor por Jesus.

Eu sou cristã (evangélica), e sei que ao falar isso algumas pessoas podem não gostar e até mesmo preferem nem ler, mas queria fazer um pedido muito especial, leiam até o fim, prometo que é algo diferente o que irei compartilhar com vocês. Não estou aqui para falar que vocês precisam seguir Jesus porque senão "irão para o inferno", estou aqui justamente pelo contrário. Me deixa revoltada como cristã em ver o quanto os próprios cristãos estão passando para as pessoas uma imagem totalmente oposta ao que jesus ensinou.


Algumas pessoas pensam que a internet é terra de ninguém, e por isso, acabam falando o que querem sem se preocupar com as consequências. Algumas semanas atrás estourou a polêmica do vídeo da Kéfera e o desrespeito a Deus. Como cristã não me senti ofendida pelo que ela falou, levei totalmente na esportista, se foi certo ou errado o que ela disse, ai cabe somente a Deus julgá-la, e esse é exatamente o ponto onde eu queria chegar. 90 % dos comentários que ela recebeu no vídeo foram de pessoas xingando-a, falando que ela ia pro inferno e que ela TINHA que pedir perdão, entre outros julgamento. Fiquei extremamente horrorizada com a falta de amor desse povo, e fiquei ainda mais horrorizada por elas se fazerem JUÍZES DE DEUS.


A palavra cristão significa “imitadores de Cristo” ou “pequenos Cristos”, Jesus quando andou entre nós não julgou, mas sim amou, ele combateu o mau com o amor. Mas agora a grande questão...

Se o próprio Jesus não julgou ninguém, e nós como Cristãos somos imitadores dele, por que tanta gente faz tudo menos imitar aquilo que foi ensinado? 

Simplesmente porque essas pessoas que agem dessa forma não conhecem Jesus da forma como elas dizem conhecer e  não são cristãos.

“Porque Deus enviou seu filho ao mundo, não para que julgasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele.”
João 3-17

Deus foi bem claro quando disse que Jesus não veio ao mundo para que o julgasse, mas sim para salvá-lo. Me irrita profundamente ver o quanto as pessoas tem uma imagem totalmente deturbada sobre nós cristão, e pior ainda é saber que pensam assim porque alguns "cristãos" mostram essa imagem.


Não sou alienada, não me fizeram lavagem cerebral, muito pelo contrário, eu penso por mim e repudio qualquer um que tenta impor seus ideais sobre outros. Eu quero mostrar o que é ser uma verdadeira cristã, eu quero mostrar que não julgo ninguém, mas sim respeito, não me importa se você é cristão, ateu, espirita, católico, budista, etc... O que cabe a mim é amar o meu próximo, o resto é com Deus. Vamos parar de achar que Deus precisa de um “juiz”, ele precisa de verdadeiros cristãos, aqueles que verdadeiramente seguem os ensinamentos de Jesus e o colocam em prática.

Se você já fez isso, ou faz em redes sociais, repense sobre seu posicionamento em Jesus, foi isso mesmo que ele ensinou? Foi isso que ele fez quando tentaram apedrejar Maria Madalena? Jesus veio na terra para mostrar que é sim possível viver aqui sem se corromper. Não é por meio de julgamentos ou ódio gratuito que alguém um dia poderá conhecer Jesus, muito pelo contrário, isso só afastará ainda mais as pessoas dele, então não faça valer essa imagem, seja a parte verdadeira desse “fã club”.

18 comentários:

  1. Oi Stéfani, tudo bem?
    Gostei muito de você ter trazido para o blog esse seu lado. Eu também sou cristã, mais especificamente sou Adventista do Sétimo Dia, já ouviu falar?
    Acho super importante ressaltarmos o amor de Jesus, porque é exatamente isso que Ele é: amor. As vezes - na sua maioria - as pessoas quando vão falar Dele para as outras pessoas tendem a apresentá-lo de forma que a pessoa se vê encurralada: ou aceita e se salva ou não aceita e se perde para sempre.
    A gente esquece que nosso único dever é mostrar o amor de Jesus para as pessoas né, e cabe a Ele somente fazer o trabalho na pessoa e transformá-la. Somos apenas testemunhas do seu amor, e para tanto, deveríamos seguir o exemplo dele e acolher a todos, sem julgamento. Julgar não cabe a nós né.
    Sobre o vídeo da Kefera, eu não gostei do que ela falou. Para mim Deus é extremamente sagrado e não se brinca com ele, jamais! Mas diferente de muitas pessoas eu não cai matando em cima dela. Até porque não cabe a mim fazer alguma coisa né.
    Beijokas
    Fale mais sobre sua fé aqui viu, vou gostar de acompanhar.
    [SORTEIO] Aniversário de 1 Ano: Livro - Perdida
    Quanto Mais Livros Melhor

    ResponderExcluir
  2. Oi, tudo bem?
    Preciso dizer que concordo com cada palavra que você falou. Acho que falta muita empatia e amor no mundo. Não entendo pessoas que se sentem no direito de julgar e ofender outras por causa de religião ou qualquer outro motivo. Cada um tem sua fé, sua crença, e todo mundo precisa respeitar. Para mim, o que importa é o caráter da pessoa e não a religião.
    Adorei o seu texto e a reflexão que você trouxe! Parabéns!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Oie! Tudo bem?

    Concordo com cada palavra que você disse nesse texto, e principalmente que ninguém é juiz de Deus/Jesus. Já passei por situações bem desagradáveis por causa da minha religião (sou católica) e se você se sente irritada pelas pessoas pregarem os ensinamentos de Deus erroneamente pensa eu! Por isso lhe dou os parabéns pela sua visão de mundo e fé, precisamos de mais pessoas como você com os pensamentos como você!

    Bjss

    ResponderExcluir
  4. Você falou tudo o que pensei na hora sobre a Kéfera: "se foi certo ou errado o que ela disse, ai cabe somente a Deus julgá-la" Não tenho tempo para brigas, intrigas, raiva, ódio... Eu aprendi com o mestre que devemos amar o próximo, independente de suas escolhas e atos. Sim, não amar o ato, mas amar quem os comete. Dessa forma ela se sentira bem, acolhida, e repensará suas atitudes. Nunca devemos virar as costas àqueles que de nós precisam. somos especiais aos olhos de Deus, porque não especiais aos nossos próprios olhos?
    Enfim, sua postagem foi excelente lição para nós cabeças-dura.
    "Ainda que eu falasse as línguas dos homens e falasse a língua dos anjos, sem amor eu nada seria..."
    abs
    Ni
    Cia do Leitor

    ResponderExcluir
  5. Olá!! :)

    Eu gostei de ler, realmente foi um post diferente e sincero!! :) E verdade, uma coisa e bem diferente da outra!

    Muito do que se passa, não e de todo o que Jesus tentou transmitir! Adorei a foto final!! ahahha :)

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  6. Sou católica por criação,mas no momento não sigo nenhuma religião,acredito em Deus e isso me basta,o problema é que muita gente acha que religião substitui boas açoes,então maltrata seu proximo e se esconde na mesma...

    ResponderExcluir
  7. Olá, tudo bem??

    Sou cristã também e achei o seu post muito pertinente! Amei a forma como você aproveitou a oportunidade pra abordar o assunto e a forma como fez. Até me inspirou pra trazer algumas reflexões do tipo para o blog
    Concordo em ponto e vírgula! Nosso dever é amar, e não julgar

    XOXO
    umnovo-roteiro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Olá,

    É impossível não concordar com suas palavras, sou católica, mas o que vemos muito hoje em dia de fato são pessoas querendo julgar por Deus. Vi o vídeo da Kefera e confesso que achei um pouco desnecessário várias coisas que ela disse, porém sei que foi em brincadeira, mas uma pena várias pessoas querem julgá-las. Infelizmente, muitas pessoas se dizem cristãs, mas não imitam os ensinamentos de Jesus. Adorei o post e espero ver mais coisas do tipo por aqui!

    www.virandoamor.com

    ResponderExcluir
  9. Oi Stéfani, tudo bem?
    Acredito em Deus, porém, não possuo religião. E preciso dizer que amei o seu texto e minha vontade é de mostrar para todos, especialmente para os fanáticos religiosos e para aqueles que se julgam cristãos, que acreditam estar fazendo a vontade de Deus quando fazem exatamente o oposto. Me deixa muito triste isso, acho que todos nós devemos respeitar cada um e suas crenças (ou a falta dela), sabe, porque não leva a lugar algum julgar alguém ou ficar dizendo que cometer tal ato fará com que você vá para o Inferno. Enfim, o título é realmente propício: falta amor nas pessoas. Espero que um dia isso aconteça, né?

    Beijos! ♥

    ResponderExcluir
  10. Oi, tudo bem? Muito bacana seu texto. Devemos sempre nos lembrar que quem julga é somente Deus e nós não temos esse poder. Devemos amar e principalmente respeitar o próximo. Beijos e muito amor pra ti!

    ResponderExcluir
  11. Oi, Stéfani. Tudo bem?
    Simplesmente,adorei o seu texto e gostaria de parabenizá-la, pois você é uma verdadeira cristã e conhece o seu papel com uma cristã. Confesso que concordo com tudo o que você disse, sem por e nem tirar nada. Acho muito triste pessoas que se dizem cristã, mas no fim só sabem jugar as pessoas. Acho que devemos amar a todos e deixar que o outro tome as suas decisões, se elas são certas ou erradas, não cabe a nenhum de nós jugarmos. Adorei o texto e parabéns pela maturidade.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  12. Oiee Stefani ^^
    Se Jesus realmente existe, não imagino quão triste deve ficar ao ver esse povo todo falando em nome dele, como se soubessem o que está pensando e etc. Fui batizada católica, mas não sigo religião alguma há uns quatro anos, mas acho legal ver pessoas que têm fé em alguma coisa, e que não usam isso como pretexto de julgar os outros. Gostei do post :)
    MilkMilks ♥

    ResponderExcluir
  13. Oi, Stefani

    Eu não dou audiência para Kefera, então nem sei o que ela disse. O mal das pessoas é querer julgar e apontar o dedo para tudo aquilo que é diferente daquilo que elas acreditam. Honestamente eu acho que a religião é um grande mal, Deus está em cada um de nós, não preciso entrar em uma igreja para senti-lo e adorá-lo. Só um adendo, católicos também são cristãos, é que vc separou na hora de falar que não importava a religião! ;)


    Beijo

    ResponderExcluir
  14. Oie
    nossa, eu adorei a ultima imagem hahaa é muito isso, o povo adora usar religião como desculpa para discurso de ódio, como se fosse super justificável. Nos dias de hoje, a a violencia ocorre de tantas formas que fica difícil fugir ou ficar imune a ela, pois tudo é motivo para alguém julgar, uma pena não é mesmo.?

    beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Oi Stéfani.
    Eu também sou evangélica e frequentei a igreja por dez anos da minha vida, mas depois de um tempo, vendo o discurso dos pastores e da igreja num geral e me sentindo totalmente deslocada, resolvi que ficar indo para a igreja não era mais para mim. Já ouvi pessoas falando que se eu não for, não vou para o céu, mas acontece que Deus sempre esteve e sempre vai estar no meu coração, eu sou batizada e nunca deixo de fazer minhas orações, agradecer a Deus ou reconhecer as maravilhas que Ele faz na minha vida. Enfim, tá quase virando um confessionário isso daqui, rs.
    Achei bacana a ideia do seu post e concordo, acho que o único que pode julgar é o Senhor. É triste ver como muitos deturpam o que está na bíblia para propagar ódio.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  16. Não tenho uma religião definida e, até onde sei, pode até ser que todos sejamos deuses. Não me importo com religiões, com o que acreditam... Desde que não firam o direito de ninguém.

    Vejo muitos cristãos, independente da vertente, tentando sempre demonizar ou evangelizar aquele que não segue, o que já fere o livre arbitrio. Vejo muitos crucificando um amor que é diferente daquilo que seu pastor/padre/whatever prega, quando a religião por si só preza o amor, não importa a forma que o acolha.

    Acho muito importante sua reflexão para estes cristãos, é bom saber que nem todo mundo é bitolado no que estes homens/mulheres de lábia pregam... Pois sei que muitas vezes não é a bíblia que manda, mas sim suas palavras sarnentas e corruptivas.

    Parabens pela reflexão!

    Abraços!
    www.asmeninasqueleemlivros.com

    ResponderExcluir
  17. Oi, tudo bem?
    Parabéns por esse lindo post! Bom, realmente muitos cristãos fazem o contrário do que um seguidor de Cristo deve fazer e por essa razão muitos acham que Jesus não é bom, pois a maior imagem que criaram dele é de um julgador que vai te mandar para o inferno. Enfim, gostei muito do texto e concordo com sua opinião.

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  18. Odores conhecer mais essa parte de vc 🤗
    Também sou cristã, e assim como você, tento compreender certas atitudes até mesmo dentro do meio cristão. Acho que o grande problema se encontra na religiosidade e na maneira de querer definir o padrão de Deus. Acho completamente incoerente pessoas que se dizem íntimo de Deus, não se portar em como ele. Nos dias atuais o julgar bem antes do Amar, e sobre isso, ainda tem que haver muito arrependimento. Enquanto isso, vamos distribuindo o seu Amor que é a melhor escolha. Sempre!
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir