02 dezembro 2016

[Resenha] Prometida - Por Carina Rissi


 

Título: Prometida
[Perdida #4]
Autor (a): Carina Rissi
Páginas: 476
Editora: Grupo editorial record
Skoob || Encontre

Sinopse: Elisa Clarke anda um pouco entediada. Seus dias parecem iguais e os bailes há muito deixaram de trazer algum prazer a ela. Não que seja uma surpresa, pois sempre que ela está presente os eventos se tornam um desastre! E é injusto, já que ela foi uma boa moça a vida toda. Nascida em uma das famílias mais influentes, a jovem aprendeu desde pequena a respeitar as normas sociais e se manter longe de escândalos. Na única vez em que ignorou uma dessas regras acabou noiva. E foi apenas um beijo, ora bolas!
Um beijo com o qual Elisa fantasiou desde que conheceu e se apaixonou irrevogavelmente pelo belo e gentil jovem médico e que, como acontece nos contos de fadas, mudou sua vida para sempre. Mas não da maneira que ela esperava. Como consequência, agora está prometida a alguém que a despreza tanto que preferiu viver em outro continente. Tudo o que ela deseja é que as coisas permaneçam assim.
Mas Elisa não sabe que seu noivo está a caminho do Brasil, e ela terá de enfrentar o homem cujo coração um dia se viu forçada a partir.
Destinados a ficar juntos, mas separados por seus corações, eles se envolverão em uma sinuosa dança marcada por segredos, mágoas do passado, intrigas e uma arrebatadora paixão que colocará em perigo não apenas seus sentimentos, mas a vida de ambos.

Resenhas anteriores
Perdida #1 - Perdida
Perdida #2 - Encontrada
Perdida #3 - Destinado


Não era para a Elisa ter ido para o futuro em Destinado, e isso fica muito claro em Prometida. Depois que Elisa voltou para casa não pôde contar a Lucas onde realmente esteve, e ficou claro no final de Destinado, que isso estava prejudicando o relacionamento. Em um ato desesperado para proteger o segredo da Sofia, Elisa fez uma cagada homérica que partiu o coração do Lucas, e, culmina com a partida dele para a Europa. O livro se passa cinco anos após os eventos narrados em Perdida, Lucas está na Europa há três anos, e tanto ele, como Elisa, se desdenham, mal se correspondem e mantém o compromisso meramente por orgulho, posto que nenhum dos dois está disposto a ceder. Mas chegou a hora de cumprir o compromisso firmado e Lucas retorna ao Brasil, o que deixa Elisa apavorada.

"[...] Em meus sonhos, nós nunca teríamos nos desentendido. E, quando ele me pedisse em casamento, diria palavras tão belas que deixariam marcas profundas em mim. Em meus sonhos ele não me odiava. Em meus sonhos, ele nunca teria desejado ficar longe de mim, a ponto de colocar um oceano entre nós. Mas a verdade é que sonhos são apenas isto: fantasias que nos ajudam a tolerar a realidade. Ele nunca olharia para mim como eu fantasiava [...]"

Elisa foi educada para respeitar as convenções sociais e sempre agiu conforme o esperado. Na única vez em que desrespeitou uma dessas normas foi severamente punida. Agora ela está cansada de servir apenas como bibelô e desesperada para encontrar seu lugar no mundo. Neste livro vemos uma Elisa forte, determinada e bondosa. Fiquei ainda mais apaixonada por ela, apesar do seu orgulho e teimosia, atrapalharem em alguns momentos.


Lucas não é mais o garoto doce, gentil e cavalheiresco que outrora nos fora apresentado. Agora é um homem frio, vingativo e perigosamente atraente. Ele fechou seu coração para o amor - ou pensa ter fechado -, mas não passa da fachada de um homem que foi profundamente magoado. Lucas muda no decorrer da estória, resgatando traços do passado, e a mistura entre o Lucas antigo e o novo o torna irresistível. Outra coisa que adorei nele é a dedicação que demonstra pelo trabalho, ele é um cientista que busca a cura para doenças, é lindo ver a evolução dele nesse sentido. E, à medida que ele vai se abrindo com a Elisa, é realmente impossível não se apaixonar por ele.

"- Não sabia que havia se tornado uma amante dos exercícios físicos, Elisa. Mas tem minha total aprovação. - Lucas, do alto do lombo do cavalo, me mostrou um sorriso cheio de troça. - Eles são, de fato, muito benéficos para a saúde.Parei de correr, soltando as saias e me curvando levemente para que o espartilho liberasse um pouco mais de espaço para os meus pulmões. - Já está cansada, minha querida? - Ele perguntou, com diversão. - Eu não sou... sua querida! - Não mais. - Por que continua... me seguindo?" 

Dentre os personagens secundários podemos destacar o Dr. Almeida, que é o mentor e assume um papel paternal na vida do Lucas. A Ana Laura, segunda filha do Ian e da Sofia, que é doce, linda e delicada, diferente da Nina, que é atrevida e espirituosa. O Samuel é um garotinho sujo, maltrapilho e faminto que vive nas ruas da vila, ao qual Elisa tenta ajudar. E a família do Lucas também aparece e todos são extremamente gentis, principalmente o Saulo, irmão mais velho do Lucas, e a Rosália, mãe dele.


O romance entre Elisa e Lucas? Uma palavra define: angustiante. Tanto Elisa, quanto Lucas são extremamente teimosos e orgulhosos. Não estão dispostos a admitir seus erros, quiçá corrigi-los. Quanto a esse aspecto, admito que senti um pouco de receio ao iniciar a leitura, pois vi muitas pessoas comentando que a Elisa é muito cheia de mimimi, o que fez com que a relação dos dois ficasse complicada. O que me remeteu imediatamente a Kelsey de “A Maldição do Tigre” e a Abby, de “Belo Desastre” (não me entendam mal, eu gosto muito desses dois livros, mas estas personagens realmente me irritaram). No entanto, meu receio se mostrou infundado, a grande diferença de Prometida para estes livros supracitados, é que não é só a Elisa que dá trabalho (no sentindo de ser orgulhosa e teimosa), mas sim os dois (muitas vezes ao mesmo tempo). Uma das coisas que achei mais linda no livro foi o fato de a autora ter relatado o romance da Elisa e Lucas antes de ela ir para o futuro. O amor deles começou da forma mais doce e inocente possível e é simplesmente apaixonante.

"Retomando nossa discussão, entendo seus motivos para preferir o alvorecer, e concordo com eles. A maceira como o céu ganha tons de laranja e rosa, a expectativa de um novo dia... Sim, concordo com a senhorita. Até pouco tempo eu não discutiria. No entanto, sinto informar que passei a preferir o entardecer. Gosto da cor púrpura e do vermelho tingindo o horizonte, o sol ainda brilhando, as estrelas chegando. Mas, sobretudo, estou enfeitiçado pelo azul. O firmamento pouco acima da linha do horizonte adquire um tom de azul único, belíssimo, que me deixa sem fôlego. Se a senhorita se olhar no espelho, irá vislumbrar bem no fundo dos seus olhos o tom exato ao qual me refiro."


O livro é narrado em primeira pessoa através do ponto de vista da Elisa, na maior parte, e através do ponto de vista do Lucas, em alguns capítulos. Existe também um mistério no livro, que desvendei tão logo foi apresentado, mas não tirou a graça da leitura, de forma alguma. A escrita da autora é fluida e prende do início ao fim, impossível largar. Eu li em três dias, mas porque me obriguei a parar a leitura quando restavam cinqüenta páginas para terminar o livro porque queria aproveitar o final ao máximo.

A capa do livro é linda, tem orelhas e as folhas são amareladas. A exemplo dos livros anteriores, as letras têm tamanho e espaçamento ótimos que facilitam a leitura. O meu exemplar veio acompanhado de um pôster, creio que porque comprei na pré venda.

Na resenha de Destinado eu destaquei a atitude que o Ian teve em relação a um cavalo que estava sendo maltratado. Em Prometida temos o Bartolomeu, um gatinho que Lucas resgatou (pegou na rua e levou para casa). O que me leva a crer que a autora é tão apaixonada por animais quanto eu, o que  só me faz amar ainda mais os livros dela.


Li que a autora lançará um livro contanto a estória da Valentina, o que achei maravilhoso porque ela também merece um final feliz. E, não encontrei nada a respeito, mas fiquei com a impressão de que a autora lançará um volume contanto a estória da Ana Laura, e porque, ela precisa do Alexander (lembrando que é uma conjectura minha, não existe nada confirmado). Eu gostaria que isso acontecesse, apesar de não ter certeza se estou preparada para ver o Ian, a Sofia, o Lucas e a Elisa envelhecidos.

Eu indico este livro para quem leu os volumes anteriores da série e gosta de romance. Ele não é tão leve quanto os anteriores, é um pouco mais intenso e tem uma carga emocional maior, mas é maravilhoso. Eu me apaixonei pelo Lucas e pela Elisa e fiquei com vontade de reler a série inteira. Terminei de ler a uma semana e ainda fico relembrando de trechos do livro, dos personagens, foi marcante para mim e eu simplesmente amei. Leio qualquer livro que a autora escrever sem medo!

14 comentários:

  1. Carina Rissi é um dos grandes nomes da literatura nacional e isso dá gosto de ver, além de simpatica ela tem um talento incrivel!Nao li esse livro ainda, mas essa capa me passa tantos sentimentos bons. Pela sua resenha dá pra notar em como a autora arriscou um pouquinho mais, principalmente na carga dos personagens e isso é muito bacana! Adoro seu cantinho.

    ResponderExcluir
  2. Olá
    Só me diga uma coisa, quem não ama animais mesmo? Kkkk. Eu já conhecia essa série, e inclusive tenho muito vontade de começar a ler ela. Acho a escrita da Carina, pois li seu conto em O Livro dos Vilões e Curti Bastante. Até mais ver
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Percebe - se que vc realmente gosta dos livros dessa autora. Preciso conhecer e ela tem tantos ne?
    A sua resenha empolga com certeza vou ler algo da autora, vou começar com uma história única se tiver. Adorei a premissa desse , suas comparações com os outros volumes dão uma ideia de todo o enredo.
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Amo a escrita da Carina, mas acredita que não li nenhum livro da serie Perdida? Nem saberia te dizer o motivo, embora tenha todos, inclusive este aqui. Adorei a forma como você descreveu o casal, principalmente o Lucas e já quero conhecer a trama toda.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Olá Bárbara,
    Até agora li apenas os dois primeiros volumes e estou louca para ler os outros dois volumes, mas sem tempo, no momento. Gostei muito da sua resenha e de saber que o livro tem uma carga sentimental maior.
    Também gostei muito de saber que a Carina vai lançar um livro da Valentina, minha mãe vai pirar hahah.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  6. Oiee Barbara ^^
    Primeiramente: eu adorei as fotos!
    Comprei "Perdida" na bienal, mas ainda não tive tempo de lê-lo...hehe' estou pensando seriamente em dar uma furada na fila dos não lidos e pegá-lo primeiro. Por isso eu dei uma pulada na sua resenha. Aaah, esses livros que, quando a gente termina, dá vontade de reler a série toda são tão ♥
    MilkMilks ♥
    Milkshake de Palavras

    ResponderExcluir
  7. Olá...
    Eu sempre tive vontade de ler essa série, mas, não sei o quee eu arrumo que sempre a deixo de lado... É uma pena, pois, sempre vejo comentários bons, assim como os seus.
    Creio que se lesse todo esse mimimi iria me incomodar também, e não tenho paciência com personagens turrões rsrsrs... Mas, enfim, acho que deva ser uma boa leitura, principalmente, por essa carga emocional maior.
    Beijos e parabéns pela resenha.

    ResponderExcluir
  8. Oie
    eu já li dois livros da autora, um que adorei e o outro que me fez passar bastante raiva, tinha muita vontade de ler Perida mas quando começa a lançar varios livros eu acabo perdendo a vontade então não sei se lerei em alum momento mas bela resenha e dica

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi, não comea ler a série ainda, o que é uma pena, pois a cada resenha que leio fico mais apaixonada pelo enredo criado pela Carina. Acho que vou ficar encantada ao ler e conhecer o amor destes dois, e ja me imagino torcendo por eles.
    Bjs

    ResponderExcluir
  10. Olá.
    Eu fiquei meio "perdida" (hahaha) aqui porque não li nenhum dos livros anteriores ainda.
    Pessoalmente, eu acho um saco quando duas pessoas agem como a Elisa e o Lucas. Dá vontade de dar uns tapas nos dois pra ver se eles se entendem logo.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  11. Oi!
    Os livros da Carina são sempre um encanto e é difícil não gostar dos romances dela mas eu tinha uma baixa expectativa em relação a esse pois não gostei muito de Destinado e acabei me surpreendendo, já que eu esperava um livro bem mais ou menos. Gostei muito de Elisa e Lucas como casal mas confesso que passei a maior parte do livro querendo esganá-los por conta da teimosia constante de ambos. Minha vontade era puxar os dois pelas mãos e fazerem se entender de vez haha. Ainda assim gostei bastante do livro; a autora caprichou e fez uma trama linda.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  12. Oi, Barbara!

    Ainda não tive a oportunidade ler nenhum livro da Carina, mas sou louca! Sempre vejo resenhas positivas sobre essa série e, a cada uma, fico mais curiosa! Sou louca para conhecer a escrita da autora e conhecer esse casal de que todos falam. O enredo realmente parece ser apaixonante.

    Sucesso com o blog sempre!
    Beijos, Belle.
    floraliteraria.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Eu sou completamente apaixonada pela Carina e a minha paixão por ela começou justamente por causa dessa série.
    Esse livro está na minha lista desde a pré venda, mas infelizmente ainda não consegui comprar. A sua resenha me deixou empolgada e curiosa para ler uma vez que não curti muito Destinado.
    Espero poder ler em breve

    Beijos

    ResponderExcluir
  14. A Carina é tão fofa que eu acho difícil não me encantar por algum de seus livros. Eu sou fã dela mesmo sem ter lido nenhum livro dessa série.
    Me parece que dá para perceber um amadurecimento na escrita da autora, digo isso pelo fato de você comentar que esse livro é mais intenso. Outro ponto que me chamou a atenção - e me fez querer ainda mais ler o livro - foi por não ser culpa só de um dos lados a dificuldade para o romance ter seu final feliz. é bom saber que os dois tem uma parcela de culpa e não somente um deles...
    Amei sua resenha!!!!
    Beijinhos,
    Lica
    Amores e Livros

    ResponderExcluir