12 dezembro 2016

[Resenha] Depois daquela montanha - Por Charles Martin



Título: Depois daquela montanha
Autor (a): Charles Martin
Páginas: 304
Editora: Arqueiro
Skoob || Encontre

Sinopse: O Dr. Ben Payne acordou na neve. Flocos sobre os cílios. Vento cortante na pele. Dor aguda nas costelas toda vez que respirava fundo.
Teve flashes do que havia acontecido. Luzes piscavam no painel do avião. Ele estava conversando com o piloto. O piloto. Ataque cardíaco, sem dúvida.
Mas havia uma mulher também – Ashley, ele se lembra. Encontrou-a. Ombro deslocado. Perna quebrada.
Agora eles estão sozinhos, isolados a quase 3.500 metros de altitude, numa extensa área de floresta coberta por quilômetros de neve. Como sair dali e, ainda mais complicado, como tirar Ashley daquele lugar sem agravar seu estado? À medida que os dias passam, porém, vai ficando claro que, se Ben cuida das feridas físicas de Ashley, é ela quem revigora o coração dele. Cada vez mais um se torna o grande apoio e a maior motivação do outro. E, se há dúvidas de que possam sobreviver, uma certeza eles têm: nada jamais será igual em suas vidas.
Publicado em mais de dez países, Depois Daquela Montanha chegará às telas de cinema em 2017, com Kate Winslet (de Titanic) e Idris Elba (de Mandela) escalados para os papéis principais de uma história que vai reafirmar sua crença na vida e no poder do amor.


"- Não tenho a pretensão de ser mais importante do que sou, mas não é por mim que estou pedindo. Estou pedindo por aquela garota ali, a da perna quebrada e do espírito que vai quebrantando devagar. Ela pensa que esconde, mas não esconde. É durona, mas isto aqui em cima... isto derruba qualquer um. - Olhei em volta. - É... um lugar difícil. Acaba depressa com a esperança."

Em um domingo de janeiro, no auge do inverno americano, o Dr. Ben Payne voltava para casa de um congresso médico do qual participara na última semana. Enquanto aguardava o voo no aeroporto, conheceu uma mulher, Ashley, com quem dividiu uma tomada, trocou algumas palavras, e descobriu que ela estava indo para casa para o próprio casamento, que seria dali a dois dias. Logo, Ben e Ashley descobrem que terão de passar a noite ali, pois a neve que está caindo e as tempestades que estão previstas para o dia não permitirão que nenhum avião decole do aeroporto. Resignados, cada um segue o seu próprio caminho para encontrar acomodações, e logo Ben avista um aeroporto no outro lado da rua, que trabalha com aviões particulares. Indo até lá, ele solicita que o piloto o leve para outra cidade, a fim de que ele possa esperar no outro lugar a neve acalmar. Quando o piloto aceita, Ben resolve convidar também Ashley para ir na viagem, a fim de que ela chegue a tempo do jantar de ensaio do casamento.

"Em algum ponto dessa conversa, ocorreu-me que Ashley Knox era um dos seres humanos mais fortes que eu já havia conhecido. Ali estava ela, à beira da morte, provavelmente sentindo mais dor do que quase todo mundo já experimentou e perdendo o próprio casamento - para não mencionar o fato de que não tínhamos a menor probabilidade de resgate. Se saíssemos dali, seria por nossa conta. A maioria das pessoas entraria em pânico, se abateria e se tornaria irracional àquela altura, mas, de algum modo, Ashley conseguia rir. E mais: me fazia rir. E isto, na verdade, era algo que não me acontecia desde longa data."

Enquanto sobrevoavam as montanhas, a tempestade só aumentava, mas Grover, o piloto, era muito experiente e conduzia o avião com maestria. Porém, logo ele sentiu-se mal, e teve um ataque cardíaco, levando então o avião à queda. Perdidos, com o piloto morto e em condições muito difíceis, Ashley e Ben se veem em uma situação quase impossível de sobreviver, uma vez que ela está extremamente ferida e eles possuem poucos objetos, e passarão por momentos inexplicáveis tentando sair daquele lugar remoto, e nessa jornada aprenderão um pouco mais sobre si mesmos, sobre a amizade, as relações humanas, e compartilharão, um com o outro as histórias de suas vidas e de seus próprios relacionamentos, tendo com isso muito a aprender.

"- Operei milhares de pessoas. Muitas estavam em péssimo estado. Muito pior do que o nosso. Nunca, nem uma única vez, pensei Elas não vão conseguir, não vão melhorar. Os médicos são, propositalmente, algumas das pessoas mais otimistas do planeta. Temos que ser. Já imaginou um médico que não fosse otimista? Você estaria lá sentada e perguntaria: “Doutor, o senhor acha que eu sobrevivo?” E se eu abanasse a cabeça e dissesse “Acho que não”? Não duraria muito na medicina, porque ninguém iria me procurar. Temos de olhar para situações muito ruins e encontrar um jeito de melhorá-las. Todo dia é uma partida de xadrez. Nós contra o mal. Na maioria dos dias, vencemos. Em alguns, não. - Girei a mão num gesto largo. - E fazemos tudo isso por causa de uma palavra. - Dei um tapinha no gravador. - Esperança. Ela corre nas nossas veias. É o que nos alimenta."

Nessa história cativante, que traz uma situação inimaginável e desesperadora, conhecemos a força, a determinação, a lealdade, a solidariedade, dentre muitos outros sentimentos, e nos sentimos cativados e desejamos saber mais sobre esses personagens tão fortes e fascinantes.

"- Quando o pior é uma possibilidade, é bom mantê-lo em perspectiva. Sem que a gente se esconda dele. Sem fugir. Ele pode acontecer. E, se e quando acontecer, é melhor ter pensado nele de antemão. Desse jeito, a pessoa não é esmigalhada quando o pior se torna realidade."




Assim que vi o lançamento desse livro, imediatamente ele me chamou muita atenção, devido a esse cenário pitoresco que a sinopse nos indica, as montanhas cobertas de gelo no meio do nada, sem qualquer sinal de civilização, e foi esse o motivo principal, além das resenhas muito positivas, que me fez começá-lo, porém eu não tinha altas expectativas Em relação a ele, esperava apenas uma história comum. Porém, a medida que fui evoluindo na história, fui sendo envolvida de uma forma arrebatadora, tanto que ao chegar na metade, mais ou menos, fui levada a deixar tudo o que fazia naquele dia de lado, para poder terminar a leitura e descobrir o que acontecia com aqueles personagens.

Admito, no entanto, que uma boa parte das pessoas que liam o livro disseram ter se surpreendido com o final, mas comigo isso não ocorreu, pois assim que comecei a leitura tive deduções claras de quais seriam os mistérios envolvidos nessa trama, e  quando cheguei ao final percebi que vários dos meus palpites estavam corretos, o que não tirou em nenhum momento a perfeição do livro.
Um dos principais pontos que se destacaram para mim foi a construção de todo o cenário que foi extremamente bem descrito, de modo que nos sentimos lá enquanto acompanhamos a leitura e conseguimos inclusive nos colocar no lugar de cada um dos personagens presentes na obra. E falando em personagens, eles também foram um forte destaque, pois o autor os construiu como pessoas muito reais, com defeitos, dúvidas e dificuldades. Além disso, os sentimentos retratados aqui são muito vívidos, e mais uma vez, levam o leitor a uma identificação imediata, pois é um livro que trabalha de uma forma intensa a solidariedade, a lealdade, o perdão, as diferentes formas de amor, bem como a amizade e o modo como nos contentamos com as coisas.

Eu, particularmente, não teria nenhum ponto negativo a destacar, porém, sei que para alguns leitores o fato de ser um livro bastante descritivo, narrando cada cena detalhadamente da jornada de Ben e de Ashley pela neve poderá ser incômodo. Também, o fato que mencionei de já imaginar qual seria o final não foi prejudicial para mim e só tornou tudo mais interessante a medida que eu ia descobrindo o caminho para chegar nesse final.

Os dois personagens principais me conquistaram, principalmente bem com toda a sua determinação, e o seu ânimo que nunca falhava, ele certamente entrou para a minha lista dos melhores personagens masculinos dos livros. Já Ashley também foi admirável por sua coragem e bom-humor enquanto aguentava todas as dores e a má sorte que o destino lhe impunha.

O livro é dividido em cinquenta e um capítulos e é narrado em primeira pessoa por Ben. Os capítulos são alternados na narração, pois ora vemos o presente, que traz Ben e Ashley na neve em seus momentos reais, e em outros capítulos, Ben fala com um gravador, onde grava mensagens para sua mulher, e nele, o médico faz divagações sobre seu passado, o que nos permite conhecer tudo o que o levou até ali e nos faz entender vários fatos que surgem no decorrer do livro. Além disso realizei a leitura em ebook e não encontrei erros.

Há a previsão de que em 2017 o livro seja transformado em filme, e embora eu não goste nem um pouquinho de cinema, dessa vez me sinto eu ansiosa para conferir como ficará toda a adaptação deste aqui. Recomendo esse livro para os leitores que gostam de histórias delicadas, cheias de lições e que ao final sentimos que aprendemos um pouco com ela e nos sentimos íntimos e com saudade daqueles personagens.

22 comentários:

  1. Oie...
    Adorei conferir sua resenha, e o melhor de tudo é que você foi muito sincera... Gosto disso! Realmente vejo muitos dizendo ser surpreendente, mas agora já estou com o pé atrás...
    Descrições demais costumam me incomodar, mas acho que darei uma chance.

    ResponderExcluir
  2. Ola
    Ja li alguns comentários a respeito desse livro e todos são bem positivos, assim como o seu. Pretendo ler esse livro logo e espero gostar tanto quanto você.. sua resenha, é claro, me deixou ainda mais motivada. Legal saber sobre o filme também, e espero que façam uma boa adaptação.
    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  3. Oi, a capa do livro me lembrou só um pouquinho A Menina Que Roubava Livros, mas ao ler as suas considerações sobre o livro, vi que era só a capa mesmo... rs
    Ainda não conhecia o enredo e fiquei curiosa com o final que você salientou não ter te surpreendido tanto.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Oi Tamara,
    Gostei muito da sua resenha. Ultimamente tem muitas blogueiras lendo esse livro, mas não me atentei a saber sobre o que ele falava até ler sua resenha e me surpreender. Esse com certeza seria um livro que eu gostaria de ler. Pelas suas impressões também acho que vou gostar, já que gosto de livros com cenários bem detalhados.
    Beijos
    Blog Relicário de Papel

    ResponderExcluir
  5. Olá Tamara,
    Se você indica esse livro, preciso ler para ontem, pois todas suas indicações resultam em boas leituras.
    Acho que o ponto forte desse livro é a determinação que os personagens parecem ter. A temática também é bem diferente, eu, pelo menos, nunca vi nada parecido. Também gostei muito dos cenários bem detalhados, pois é muito bom imaginá-li.
    Espero ler esse livro bem no começo do próximo ano e só não encaixo nesse, pois estou abarrotada de leituras.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  6. Olá,
    Achei super interessante, já marquei aqui no meu Skoob para uma leitura futura, só fiquei em dúvida se vale mesmo a pena por conta do final.
    Beijos
    www.estilo-gisele.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Olá
    muito legal a resenha, desde que lançou eu fiquei curiosa pois curto muito o gênero, parece ser uma leitura muito boa e que faz meu tipo entao estou com expectativas haha

    beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Olá, Tamara. Tudo bem por aí?

    Olha, eu não sei se gostei mais da premissa da história ou do fato da adaptação para as telas de cinema ter a Kate no elenco <3 Eu amo aquela mulher, é uma das minhas atrizes favoritas! Confesso que não conhecia a história, mas me senti muito atraído e, com certeza, vou lê-la. Parabéns pela resenha, afinal de contas, foi ela que me fez querer lê-lo, sem falar que ela está impecável!

    Beijos!
    www.acampamentodaleitura.com

    ResponderExcluir
  9. Olá,

    Esse livro tem sido bastante elogiado e confesso que estou curiosa para ler. Que ótimo que apesar de seus palpites estarem certos, isso não tirou a magia da leitura e saber que o livro ganhará adaptação me deixou mais empolgada para lê-lo. Espero realizar a leitura logo!

    http://www.virandoamor.com/

    ResponderExcluir
  10. Oi, achei assim como você bem interessante essa temática e não me importaria se por acaso eu já decifrasse o que aconteceria no final. No entanto, eu tenho um grande problema com narrações de detalhes minunciosamente, me canso fácil e o livro acaba perdendo seu apelo para mim... Com 51 capítulos então, é algo que eu realmente não sei se iria ficar até o final. No entanto, se realmente virar filme irei adorar conferir, essa é uma das poucas vezes que acredito que ver o filme será mais prazeroso do que ler a obra. Mesmo assim não descarto a leitura, se eu tiver a oportunidade com toda a certeza lerei!
    Um beijo
    www.brookebells.com

    ResponderExcluir
  11. Oi Tamara, tudo bem?
    Também vi muita gente falando superbem desse livro e por isso estou bastante curiosa para conferir a história. A jornada que os dois personagens tem que percorrer me parece ser bastante árdua, visto que eles caíram no meio do nada e terão que se virar para achar o caminho de volta. Estou intrigada para saber quais seriam os mistérios envolvidos e apesar de você ter previsto tudo, acredito que me surpreenderia. Espero ler em breve para assistir a adaptação.

    Beijos! ♥

    ResponderExcluir
  12. Olá. Não sou muito fa de cenários pitorescos em livros mas alguma coisa nesse livro me chamou atenção, talvez sejam os mistérios que todo mundo fala que tem. Porém a maioria dos mistérios de livros eu descubro. Acho que vou ser comp você e me frustrar no fim rsrs. Beijos

    ResponderExcluir
  13. Olá
    Já faz um tempinho que quero ler esse livro, a premissa desse livro é maravilhosa ela puxa o leitor para dentro do enredo, e é algo diferente do que estou acostumado a ler.Quando você disse que não foi surpresa para vc algumas coisas, foi o mesmo que aconteceu comigo em relação a A Garota no trem, já tinha sacado as coisas antes de ter certeza, mas mesmo assim o livro não perdeu a essência.Sua resenha me deixou louca querendo ler o livro o mais breve possível, espero gostar tanto quanto você por que minhas expectativas estão muito altas rsrs bjs

    ResponderExcluir
  14. Não pedi o livro porque não me interessei pela sinopse. Vendo sua resenha vi que fiz uma boa escolha kkkk a narrativa descritiva ia me cansar e provavelmente o fato de eu desenrolar os "mistérios" sozinha ia me decepcionar.
    www.belapsicose.com

    ResponderExcluir
  15. Adorei o cenário é todos os temas abordados jogo livro. Com certeza uma história de muitos ensinamentos vividos pelos personagens. O fato de ser uma história bem descritiva, me agrada muito, nos transporta com mais facilidade para dentro da história. Apesar do livros ter muitos capítulos, conseguiu me manter curiosa para saber mais sobre os personagens.
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir
  16. Olá, tudo bem? Quando eu vi esse livro sendo lançado pela Arqueiro eu fiquei bem interessada. A capa é linda e a proposta dele também. Mas acabei ficando com medo de não curtir a leitura e não solicitei para resenha. E depois não vi mais nenhum comentário ou resenha do livro e desisti de ler. Sua resenha é a primeira que leio e confesso que gostei bastante de conhecer a história.
    Acho que é uma obra que eu iria curtir.
    Não sou muito de gostar de livros muito descritivos, mas às vezes eu abro uma exceção e acho que com essa história isso pode acontecer.
    Valeu pela dica de leitura.
    Um beijão
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Oi Tamara! Eu tinha certeza que você ia gostar desse livro! Quando estava lendo pensei em você, e concordo com suas impressões. Um livro envolvente, em alguns momentos agonizante, e com um final sensível e emocionante! Ótima resenha! Beijos

    ResponderExcluir
  18. Oi Tamara!

    Gostei muito mesmo de conferir suas impressões a respeito desse livro. Tenho visto o tempo todo nas redes sociais e estava me perguntando se seria uma leitura que valeria a pena, mas depois de ler essa sua resenha linda, não há dúvidas de que o livro seja incrível e arrebatador. Gosto muito de tramas com personagens bem construídos e reais, então anotarei essa dica. Obrigada por ela.

    Ingrid Cristina
    Plataforma 9 3/4

    ResponderExcluir
  19. Oie, tudo bem? Eu já tinha visto que vai rolar a adaptação desse livro pro cinema <3 e já quero ver. Essa questão de desvendar a coisa toda antes do final do livro acontece comigo também sabe? Acho que é porque eu leio muito determinado gênero, aí acabo "pegando no ar". Mas também não diminui o brilhantismo dos livros que leio não. Esse, inclusive, eu tô querendo muito ler. Bom ver várias resenhas positivas a respeito dele. Bjossss

    http://porredelivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  20. Oi, Tamara

    Eu venho lendo resenhas bastente elogiosas, assim como a sua. Que bom que você aproveitou a leitura apesar de ter conseguido, digamos, desvendar os acontecimentos.
    Eu já tinha lido em algum lugar que ele iria virar filme mesmo, espero que seja uma boa adaptação.
    Eu sou do time dos que não gostam de muitas descrições, mas acho que, nesse caso, isso não será um problema.

    Beijos

    ResponderExcluir
  21. Oi Tam
    Adorei essa história e entrei madrugada a dentro lendo.
    Gostei muito da determinação das personagens e tudo o que enfrentaram juntos. Sem falar nas surpresas do desfecho.
    Suas impressões se pareceram muito com as minhas.
    Gostaria de ver um filme dessa história sim!
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  22. Olá,
    Desde o lançamento também fiquei interessada pelo fato de a sinopse nos remeter a esse lugar pitoresco, somente com montanhas e neve. Sem contar que achei a capa muito bonita.
    Adorei saber suas impressões sobre a obra e elas só aumentaram minha vontade de lê-la por causa da determinação da personagem no decorrer da trama mesmo na situação complicada que enfrentavam.

    https://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir