23 agosto 2016

[Fale♥15] Preconceito Literário



Oi gente!!!

Faz um tempinho que a coluna Fale♥ está parada, o intuído dela é trazer coisas e assuntos diferentes, ou até mesmo levantar algumas questões. Infelizmente hoje está de volta e pra falar de um assunto péssimo: Preconceito Literário. Não queria falar disso, pois sempre causa alguma polemica e desentendimentos, mas após um episodio triste vim colocar em pauta.



Quando procuramos no dicionario a palavra "Literatura" a primeira definição que aparece é "uso estético da linguagem escrita; arte literária". Ou seja, uma forma de arte expressa em palavras. Agora vocês me falem. Por que tanto preconceito se literatura é arte?

No começo dessa semana, estava eu perambulando pelos grupos do facebook e vi um post de uma menina que dizia ter dado 5 estrela pra um determinado livro de Youtuber. Até ai tudo bem, mas o que me deixou espantada é a quantidade de comentário negativo e ainda pessoas dizendo que se essa pessoa gostava disso, então também era um lixo. Gente, fiquei chocada de muitas maneiras.


Que a internet tem se tornado um lugar para espalhar ódio gratuito, nós já sabemos. O que me deixa irritada e muito triste, é leitores ajudar a espalhar ódio por incompatibilidade de pensamentos. O Brasil já é considerado um país que se lê pouco, e ainda algumas pessoas julgam aquilo que outra pessoa lê? Fala sério gente. O que falta é respeito ao próximo.

Eu não curto livro de Youtuber pois acho que não possuem conteúdo, mas não possui conteúdo pra mim, mas quem é fã e curte, tem conteúdo de sobra, da mesma maneira que os livros de Booktubers estão aí arrasando entre os leitores. A mesma coisa sobre livros eróticos, eu Stéfani não gosto. Se não gosto é porque já li e vi que eles não fluem ao ler, mas tem quem goste e a série Garota do Calendário está cada dia mais popular, e até confesso que gostaria de ler pra ver o que tem de tão especial.


Além desse preconceito idiota e de espalhar ódio gratuito, a maioria dessas pessoas diz que não curte o livro sem nem ao menos ter tentado ler, ou pior, dizer que não gostam porque alguns leitores que leram disseram que o livro é ruim, assim automaticamente essas pessoas diz que é ruim. É a mesmo que dizer que não gosta de chocolate sem nem ao menos ter colocado na boca.

A questão é que não importa, Q-U-A-L-Q-U-E-R leitura é válida, seja livros de Youtubers, eróticos, quadrinhos, até mesmo bula de remédio. Além de você ferir uma pessoa julgando aquilo que ela lê, você desrespeita e joga fora o trabalho de uma pessoa que pode ter passado anos para construir. Fiquei bem chocada com esse episodio e não pude deixar de vim aqui trazer a vocês. Mas me falem, vocês já passaram por algo parecido, ou já viram, deixem nos comentários a opinião de vocês sobre o assunto.

Um comentário:

  1. Eu não leio alguns gêneros de livros que acho que não gostaria. Os eróticos são um exemplo. Não tive interesse em "50 tons de cinza" e nem no "A Garota do Calendário"., mesmo vendo que estão cada vez mais populares. E também não tive curiosidade em ler livros de youtubers.
    Mas não falo que são ruins, uma vez que não li.
    Concordo com tudo o que você disse no post. O importante é que a pessoa está lendo, e não importa qual gênero seja!
    Beijos, Aline
    Verso Aleatório

    ResponderExcluir