04 julho 2016

[Resenha] Sábado á Noite - Por Babi Dewet

Título: Sábado á Noite
[SAN #1]
Autor (a): Babi Dewet
Páginas: 324
Editora: Generale
Skoob || Encontre

Sinopse: Amanda é popular na escola e os amigos do seu amigo de infância são considerados os ‘marotos’ do pedaço por desrespeitarem as regras. Tudo ao seu redor acaba desmoronando quando um amor mal resolvido volta à tona e a sua amizade é posta em prova. Se não bastasse, seu diretor resolve dar bailes aos sábados e uma misteriosa banda mascarada foi convocada pra tocar. Mas suas letras dizem tanto sobre ela… Afinal, quem são esses mascarados de Sábado à Noite?



Amanda e suas amigas, Ana, Carol, Maya e Guida, são as garotas mais populares da escola. Prezam pelas aparências e ficam longe daqueles considerados não populares, principalmente os Marotos. Daniel, Caio, Bruno, Fred e Rafael são os piores alunos da escola, sempre se metem em confusões que resultam na sala do diretor. Essa má fama repele quase todos e nunca sendo levados a sério. Mesmo com o desprezo das populares, Daniel se vê apaixonado por Amanda, e ela por sua vez também é apaixonada pelo Maroto desde criança, mas uma de suas amigas é apaixonada por ele e Amanda jamais faria isso, fora que acabaria com sua reputação.

O diretor da escola anuncia que as sábados á noite haverá um baile, e todos na escola ficam extasiados com a ideia. O diretor precisa de uma banda e os Maratos que há muito já ensaiavam logo aproveitaram a oportunidade, mas o problema é que eles não poderiam se apresentarem como os "Maratos", ninguém lhes dariam crédito, nisso eles usam máscaras para preservar suas identidades.

No baile, a grande sensação é banda de mascarados que ganham o coração de todos. Amanda se vê hipnotizada pelas letras que parecem falar sobre tudo que ela sente. Ao mesmo tempo ela se vê cada vez mais ligada a Daniel e tudo a sua volta parece perder sentido quando estão longes. Mas como se entregar a esse amor quando todos dizem não?




Sábado á Noite era um dos livros que mais tinha curiosidade em ler, ainda mais por toda repercussão que o livro trouxe na época em que foi lançado. Somente há pouco tempo tive oportunidade de lê-lo, e devo dizer que toda a espera valeu a pena.

A estória é narrada em terceira pessoa mostrando vários ângulos entre as populares e os Marotos. Todos eram amigos na infância, mas conforme foram crescendo se distanciaram. Amanda é nossa protagonista e a garota mais bonita da escola. Passei muita raiva com as atitudes dela no qual tudo que importava eram as aparências. Ela é uma garota egoísta e mesquinha. Ama o Daniel, mas que Deus a livre se a alguém vê-los juntos. É mais importante ser a garota popular, do que ser a garota que o ama.


O que mais me irritou não foi ela ser assim, e sim ela mascarar tudo com desculpas que não convenciam nem a si mesmo. Como, não poder ficarem juntos pela amiga que o ama também, e negar com tudo que tem que não liga para a popularidade. Mas no fundo ela só demostra ser uma garota perdida e com valores superficiais. Desejo mesmo que com tudo que aconteceu, no segundo livro ela amadureça.  


Já Daniel é um fofo. Me vi suspirando com tanto amor que ele tem pra dar. Mesmo sendo um tonto de correr atrás da Amanda eu torcia de verdade pra que ela caísse na razão e deixasse ele amá-la. Ele também é o compositor da banda e com uma alma de poeta conquistou a todos, mesmo no seu anonimato. Algo que gostei bastante foram as letras e fiquei doida pra poder conhecer a melodia, são profundas e tocantes.


As amigas da Amanda dispensam comentários, são tão fúteis quanto ela e não teêm a miníma vergonha disso. Quero mesmo falar sobre os Marotos. Ainda fico desacreditada como um grupo de personagens me fizeram sentir como uma adolescente novamente. Foram tantas risadas que dei com esses garotos  que os senti pertinho de mim. São apaixonantes, divertidos e extremamente talentosos, que se amam e fariam qualquer coisa uns pelos outros, é tocante a cumplicidade que sentem. Cada um é marcante e muito bem construído que levariam a estória muito bem sozinhos se necessário.


Daniel e Amanda como casal funcionam e tem química, mas ela não o merece. Quando estão juntos ela esquece todas as idiotices e ai vemos quem ela é de verdade, toda desarmada de preconceitos e aparências. São lindos juntos mas é notável que Daniel a ama muito mais. O final da estória me deixou no chão e bem preocupada com o rumo que as coisas podem tomar, dá até aquele medinho no coração.


A edição em si está maravilhosa. Estou apaixonada por essa arte que trás toda a essência da estória. Internamente a diagramação é simples, porém funcional. São letras bem grandes com espaçamentos em ótimas proporções fazendo com que a leitura seja ligeira. A escrita da Babi dispensa elogios, foi tão fluída e gostosa que praticamente devorei as páginas, quando dei por mim, já tinha acabado.


No geral Sábado á Noite foi muito além do que eu esperava. Me deparei com uma estória clichê mas com elementos que tornam a estória única, O fato da estória ser uma fanfic da banda McFly não me influenciou em nada, percebemos algumas semelhanças nos Marotos mas fica por ia, não sou fã da banda, mas virei uma Scott de coração. Recomendo a leitura para todos que apreciam um bom romance gostoso de se ler. Mais uma vez os autores brasileiros demonstram ser talentosos e dignos de reconhecimento, com toda certeza virei fã da escrita da Babi.

20 comentários:

  1. Olá,
    Adorei sua resenha e as fotos também ficaram muito lindas. Eu já li essa série e gosto bastante da escrita da autora. Pode mesmo ser clichê, mas é verdade que a narrativa se torna única diante de tantos elementos especiais. Sou apaixonada por essa capa, sem contar que todos os personagens são importantes nessa história. Vale muito a pena conferir mais e torcer por eles!

    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  2. Adorei suas fotos com notinhas musicais!!! Show!!!
    Esta é uma série que não tenho muita curiosidade em ler, e você deixou um dos meus motivos para esta rejeição, mencionado na resenha: a protagonista me parece ser muito chatinha e cansativa. Mas curti saber que você adorou a leitura e confesso que fico um pouco predisposta a conferir também.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Olá! Amei as fotos. É desanimador saber que a personagem não teve nenhum crescimento ao longo da narrativa ou que no mínimo, melhorou um pouquinho, mas como é um romance adolescente e tem uma continuação, vou dar chance ao livro e vou ler depois. Adoro bandas, ainda mais se forem com pessoas que não são levadas a sério, porque elas tem a chance de sempre surpreender.
    Abraço!
    Leitora Encantada

    ResponderExcluir
  4. Oi
    Suas fotos ficaram incríveis!
    Mas infelizmente o livro não me atraiu. Gosto de leituras nesse estilo, acho muito clichê. Mas que bom que você enxergou além disso e viu uma ótima história. Não sabia que era uma fanfic de Mcfly.
    De qualquer forma, valeu a dica ;)
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  5. Olá, tudo bem?
    Eu não sabia que o livro era uma fanfic da banda McFly o.O Nem percebi nem nada. O fato de ter uma protagonista mimada já me deixa bem chateada, odeio mocinhas assim. Mas, Os Marotos me chamaram a atenção e também tem o fato de eu ter conhecido a autora na bienal ano passado e ter ficado APAIXONADA por ela, a Babi é uma fofa. Vou ler sim assim que possível ($$). Beijos <3

    ResponderExcluir
  6. AH meu Deus, esse é um dos livros que eu sempre quis ler e ainda não tive a oportunidade. Tenho certeza que irei me irritar muito com a Amanda, afinal as atitudes futeis dela não irão me agradar em nada e tenho a mais absoluta certeza! E o fato de você dizer que os Marotos te fizeram sentir como uma adolescente novamente me faz ter mais vontade ainda de ler. Tenho a certeza que irei gostar muito e assim como você, espero que a Amanda amadureça e pare de se importar tanto com as aparências e se entregue ao seu sentimento verdadeiro de ama-lo. Vamos ver né? Não vejo a hora de ler e suas fotos ficaram incríveis, parabéns!
    Um beijo

    ResponderExcluir
  7. Oi Stéfani, tudo bem?
    Já fazia algum tempo que eu estava ansiosa para ler essa série da Babi Dewet, já que tanta gente fala bem. Só que eu não imaginava nem um pouco que a Amanda, uma personagem principal, fosse uma garota fútil. Quando eu estava na escola, sempre tinha esses grupos de meninas mimadas e detestava elas completamente, então creio que essa característica dela será muito difícil me deixar envolvida com o romance que se desenrola na trama. No entanto, você disse que a escrita dela é boa e ainda assim estou curiosa para ler. Espero gostar tanto quanto você!

    Beijos! ♥

    ResponderExcluir
  8. Olá!

    Confesso que nunca tive curiosidade de ler o livro, acredita? Enquanto vejo todos querendo ler. Gostei bastante de como vc descreveu os meninos. Mas as populares me desanimaram completamente de ler o livro, pois gosto de personagens que eu possa admirar, que tenha defeitos sim, mas que tenham também suas qualidades. Acho que eu não Leria o livro, mas gostei de sua resenha sincera e com uma ótima análise.

    Beijinhos!
    Cantinho Cult

    ResponderExcluir
  9. Olá Stéfani,
    Já li diversas resenhas desse livro e todas me remeteram para não ler. Não gosto de personagens fúteis, acho que já temos tanta futilidade no dia-a-dia que é melhor não ler livros com personagens assim.
    Por fim, acho que, mesmo os elementos que tornam a história única, não me agradariam. Esse livro não é pra mim.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  10. Oi,
    A escrita da Babi é sempre tão elogiada que conquista a todos leitores, porém ainda não li nada dela (que vergonha!), espero poder realizar a leitura de algum de seus livros em breve. A capa desse livro é linda e as fotos que você fez também estão lindas. Eu adorei a banda sem ao menos ler o livro e já percebi que a Amanda é aquela típica patricinha de filme americano que não quer ser vista com alguém que pode queimar o filme dela, até mesmo destrata na frente dos outros. Gostei muito da premissa do livro e me peguei pensando como uma adolescente. Vou anotar a dica aqui.
    Beijos
    Um Rascunho a Mais

    ResponderExcluir
  11. Olá
    Achei super bacana a sua resenha, quero lhe dar só Parabéns. Super conceitual essa obra,rsrsrs, estou bem afim de ler ela, pois as críticas são sempre bem positivas sobre ela, amo livro que trás esses elementos de escola, de populares e não populares arruaceiros e essas coisas. Achei a capa bem legal, mas parece que é uma masca no rosto do cara! Rsrs, mas espero poder comprar a obra breve. Pois como você falou; a espera valeu super a pena. Espero gostar tanto quanto você!
    Bjks

    ResponderExcluir
  12. Olá!! :)

    nao conheci o livro e ate nem fiquei com grande vontade, confesso.... nao faz la muito o meu genero de leitura... :)

    mas achei otimo que te tenhas surpreendido e que tenhas gostado do estilo... :) Bem, eu nao gosto nada de cliches e seria mais um fator que me desagradaria... :(

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  13. Oie, flor
    Gostei muito da sua resenha, apesar de não saber ainda se lerei esse livro.
    É a primeira que leio sobre ele e achei seus pontos muito validos, o fato da protagonista ser do jeito que você descreveu é algo que me incomoda muito na literatura, alguns autores insistem em fazer mocinhas chatas e nada cativantes.
    Enfim, vou anotar sua dica e talvez eu sinta vontade de conhecer a história.

    Bjinhos

    ResponderExcluir
  14. OI!!

    O livro parece bem interessante, não é a primeira resenha que leio e todos falam a mesma coisa da Amanda. Não sei leria, pois mesmo tendo um enredo atraente me sinto uma adolescente como todo esse drama, e confesso que não curto esse estilo de drama. O Daniel realmente é um bobo em correr atrás dela, mas convenhamos que pessoas apaixonadas não pensam, só sentem. Beijos!

    ResponderExcluir
  15. Oi

    Apesar dos elementos que tornaram esta história superior a qualquer outro clichê, não foi o suficiente para me fazer ansiar por esta leitura. Com certeza terei sérios problemas com os personagens, que ao meu ver aparentam serem bobinhos e sem graça :(

    ResponderExcluir
  16. É um livro que trata de um tema sério e muito presente na vida de muitos, que é o medo de perder os créditos de popular por sua paixão, amo a personalidade da Babi Dewet, espero que Amanda amadureça no próximo livro, pois é uma grande incomodo quando nos deparamos com personagens imaturos, é uma pena que o romance seja maior de um lado, mesmo assim espero ler, parece ser um livro capaz de apaixonar qualquer leitor

    ResponderExcluir
  17. Essa Amanda parece ser mesmo muito mesquinha, para preferir a popularidade ao amor de Daniel que, segundo você diz, é um fofo. Concordo que ela não o merece. Que bom que o livro foi melhor do que você esperava. Eu não conhecia o livro, mas pelo seu entusiasmo, acho que vou arriscar a leitura.

    Tatiana

    ResponderExcluir
  18. Oi!
    Mesmo sabendo dos elementos clichês eu sou louca para ler esse livro! Tenho muita vontade de ler essa série da Babi que parece ser muito gracinha, e tenho boas expectativas! Espero gostar também, mesmo a protagonista tendo características meio "irritantes".
    Abraços
    Andy - StarBooks

    ResponderExcluir
  19. Quando eu conheci a Babi esse livro já tinha sido publicado há alguns aninhos, hoje ele já deve ter quase 10 anos. Acompanhei a Babi do YouTube anos ela tinha um parceiro e eles falaram sobre Kpop era meu sonho? Era, mas, acabou. HAHAHA. Amo a Babi num grau absurdo, mas, por isso. Ainda não li SAN e nenhum outro livro dela. Mas, quero muito. Amei suas impressões e sim, essa fase da vida de ser fútil e todas as amigas gostarem de um cara, chega a ser irritante mas, existe. Kkkk. Beeeeijos tayletitshine.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  20. Oii, tudo bem?
    Eu estou em love com a sua resenha! Eu já estou de olho nesse livro faz um tempo e agora ele está no topo da minha lista de desejados. Eu tenho certeza de que vou me divertir muito com esse livro, e como ainda estou na minha adolescência, vou me sentir entre amigos. Espero ter a oportunidade de o ler em breve.

    ResponderExcluir