21 junho 2016

[Resenha] MBoi Tu'I e Outros Contos - Por Renan Cardozo

Título: MBoi Tu'I e Outros Contos
Autor (a): Renan Cardozo
Páginas: 96
Cortesia: Cedido pelo autor
Skoob || Encontre
4 ESTRELAS
Sinopse: A obra é um conjunto de contos inspirados nos temas de terror desenvolvidos pelo autor H. P. Lovecraft, utilizando-se do folclore e histórias locais catarinenses. Grande parte das localidades e experiências des – critas nos contos vem de uma ótica fantasiosa sobre as vivências do autor e tem a intenção de questionar os laços do leitor com o que ele reconhece como realidade, abrindo então as portas para o desconhecido e o terror. As histórias se passam em diferentes períodos históricos, porém possuem leves referências umas às outras. A principal fala sobre uma estranha criatura que é reconhecida de diferentes formas ao decorrer dos contos e sobre um culto secreto à sua imagem. Diversas personagens escrevem diários e textos recordando suas experiências com algo apenas referido como “ O Oculto” e sobre os horrores que sua influência parece ter provocado sobre o psicológico de seus adoradores e de todos que se relacionaram com a mesma.


MBoi Tu'i trás uma coletânea de contos de terror inspirados no folclore catarinense datadas da época de origem. Ao todo são seis contos distribuídos ao longo de 96 páginas no qual MBoi Tu'i ocupa quase metade do livro. Todos os contos são narrados em primeira pessoa e contam relatos dos narradores, ou de pessoas próximas a elas, que passaram por momentos de puro terror e vivem atormentados pelos episódios.


Quando pensava em estórias de terror a primeira coisa que imaginava eram em fantasma, demônios ou assombrações. Aqui o autor mostra que essa imagem pode ser colocada de lado e um ser / divindade marinha entrar em cena atormentado toda uma cidade. Fiquei bem curiosa em saber o que MBoi Tu'i era de verdade, onde ele é citado em pelo menos três contos até chegar em sua estória de fato. Senti falta de uma explicação mais aprofundada sobre qual a real aparência da criatura e acabei por ir procurar.


MBoi Tu'i é uma criatura mitológica da cultura guarani que tem a forma de uma enorme serpente com cabeça grande e bico de papagaio. Antes de saber disso, estava comparando-o com o basilisco de Harry Potter, que para mim, também infligiria grande terror (risos). Algo que achei bem legal é que o autor não falou somente sobre o que acontecia com os personagens, mas também ele teve o cuidado de mostrar como essas lendas teve impacto sobre a sociedade e a forma como as pessoas agiam ante elas.


Apesar de MBoi Tu'i ser o conto principal do livro, os que mais gostei foram Fragata e Natália. Fragata conta a estória de um pesquisador que vai a cidade de Fragata depois de ser convocado após a morte de uma pessoa no mar onde o corpo fora mastigado por alguma espécie marinha não identificada. Lá ele descobre que a própria cidade parece esconder algo e fica curioso em descobrir toda hostilidade que os moradores recebem, para logo descobrir que não estava preparado pelo que iria encontrar.


Todos os contos tem uma narrativa em terceira pessoa e uma linguagem informal devido a época em que os narradores se encontram, entre os anos de 1800 á 1900. Essa forma de escrita deixou o livro um pouco difícil de ser lido devido algumas palavras mais técnicas exigindo mais atenção para compreensão dos contos. Não é a minha narrativa preferida de se ler mais gostei dos desenvolvimento de cada um.


Também fiquei bem curiosa em ver como seria a escrita do autor com uma linguagem mais contemporânea e pude sentir o gostinho no conto Natália. Mesmo tendo apenas duas páginas, me senti bem mais presa nele e até mesmo curiosa em saber mais sobre como a mulher fora assassinada e ainda mais, sobre o assassino que se revela no final.

No geral o livro é muito bem escrito e estruturado trazendo uma constância em cada conto. Trás um folclore que até então não conhecia e ainda conseguiu despertar minha curiosidade para saber mais.


Mesmo sendo um ótimo livro não o recomendo para todos. Sua linguagem mais informal pode ser difícil para aqueles que estão acostumados com livros contemporâneos e mesmo sendo um livro de terror, em nada assusta, porém deixa o leitor curiosa para o desvendar dos mistérios. Mas para aqueles que gostam de um bom livro nacional que fale sobre uma parte pouco conhecida do folclore, é muito recomendado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário