08 junho 2016

[Claquete 10] Filme - A Escolha

Sinopse: Travis Parker (Benjamin Walker) tem uma vida confortável, um bom emprego, amigos leais e uma casa em pequena cidade costeira. Ele busca diariamente viver plenamente e acredita que um relacionamento sério limitaria o seu estilo de vida. Isso até que Gabby Holland (Teresa Palmer) se muda para a casa ao lado. Mesmo que ela tenha um namorado, a moça o instiga logo de cara e faz com que os dois se entreguem a uma relação que nenhum deles esperava. Baseado em romance do autor Nicholas Sparks.
Título: A Escolha
Lançamento: 21 de Fevereiro de 2016
Duração: 1h47min
Diretor: Ross Katz
Distribuição: Paris Films
Gênero: Romance, Drama

Gabby é uma moça estudiosa que se esforça para ir bem na faculdade de enfermagem. Tudo em sua vida está indo maravilhosamente bem. Ela namora com Ryan que inclusive é médico do hospital onde ela trabalha, tem uma família amorosa e uma bela e calma casa em frente a um lago onde a paz e tranquilidade reina para que ela possa estudar. Pelo menos é o que ela pensava até seu vizinho, Travis, colocar uma música no último volume deixando-a totalmente desconcentrada. Num momento de fúria ela vai até a casa ao lado para tirar satisfação sobre o quanto ele é inconveniente. 

Travis sempre foi um cara descompromissado em quesito amoroso, nem mesmo a bela Amanda fez com que seu coração fosse domado, mas Gabby o pegou de jeito. Começou com o ataque de raiva pela sua música, depois com pequenas alfinetadas que indicava que ela o odiava, mas logo acabam se tornando amigos. O coração de Travis bate cada vez mais forte pela vizinha chata e teimosa. O grande problema é que Gabby tem um namorado, mas quando Ryan sai em viagem de trabalho ficando algumas semanas fora, Travis vê sua chance e não desperdiça.

Eles começam um romance que deixa ambos balançados. Travis que antes era irredutível a relacionamentos agora se vê completamente apaixonado por Gabby, mas ela precisa tomar uma decisão, ficar com sua estabilidade junto a Ryan, ou se entregar a essa paixão que lhe consome com Travis.


Sou uma românica incorrigível, tanto para livros como para filmes. Infelizmente não gosto da escrita do Nicholas Sparks então seus livros nunca fluem para mim, mas amo os filmes baseado em suas obras.  São estórias lindas que nos levam as lágrimas quando menos esperamos. O grande problema é similaridade entre as estórias dando a impressão de ser mais do mesmo.

É bem legal quando temos um espaço de tempo razoável entre um filme e outro, mas o caso é que todo ano temos lançamentos e aquela velha fórmula das obras ficam gritantes. São estórias com casais que a princípio não se dão bem pra logo depois se envolverem numa paixão arrebatadora, uma cidade pequena e pitoresca, cenas de barco, lago e chuva e o "problema" que abala o casal e leva o espectador as lágrimas.


Não vou negar, A Escolha me fez chorar, mas estou crente que esse é o único intuito dos filmes do Spark. Sempre quando vou ver um filme dele já espero algo triste que ao final vai me fazer sair do meu quarto nadando.

Achei a atuação bem razoável e pouco cativante dos protagonistas. Eles possuem química quando juntos mas o mesmo não pode ser dito com o espectador. É um casal bem sem graça, ele não me convenceu como um cara pegador e galinha, e ela aparenta ser bem sem sal e irritante, somente quando estão juntos que as coisas melhoram.


Os personagens secundários pelo contrário são espetaculares. O pai e irmã do Travis são uma graça e, até mesmo seus amigos são bem alto astral onde mostram serem bem felizes com suas famílias, somente o Travis era o solteiro do grupo, o resto todos tinhas mulheres e filhos.

Apesar de tudo isso eu gostei do filme. Não é nada inovador se compararmos aos outros filmes, mas chega ao destino proposto. O enredo passa por 10 anos de vida do casal mostrando a felicidade que sentem em estarem juntos até o grande "problema". Acho que o que mais me incomodou de tudo foi a dublagem do filme. Eu gosto sim de assistir legendado, mas não me importo de ver dublado quando as vozes combinam com os personagens, o que não foi o caso, chegou até ser meio caricato.


No geral A Escolha é um filme despretensioso que agradará aos fãs do livro. É meloso e bem água com açúcar que fala de amores impossíveis, mas aconselho a quem for assistir a irem sem pretensão e curtirem o que está sendo oferecido, assim saem sem frustrações ou decepções. Dessa forma o filme se torna perfeito para ser visto num dia de chuva e embaixo das cobertas.



14 comentários:

  1. Oi Stéfani, eu ainda não assisti ao filme e confesso que nem estava com vontade de conferir, até que li seus comentários e já mudei de ideia. Imagino mesmo que seja um filme bem despretencioso. Não li o livro e como não pretendo ler, irei ver o filme de qualquer maneira. Gostei do trailer, e é perfeito mesmo nesse friozinho...
    Beijos, Fer

    ResponderExcluir
  2. Eu sofro do mesmo problema que você. Eu não me dou com a escrita do Nicholas, mas geralmente gosto dos filmes.
    A única história em que aconteceu o contrário foi Uma Longa Jornada, cujo livro gostei e o filme nem tanto.
    Eu também sempre acho que é a mesma história com uma mudança aqui e ali, mas a maioria das pessoas parecem não se importar.. por isso ele continua! Hahaaha
    Vou tentar assistir a esse filme nas férias, o trailer até que é engraçadinho... vamos ver o que eu acho.

    Beijo

    ResponderExcluir
  3. Stefani, amo o Sparks e este livro é um dos meus queridinhos, mas ainda não assisti a adaptação e confesso que só quero assistir por causa do Tom Welling, que acho lindooooooooooooooooooooooo.
    Suas considerações obre o filme me empolgaram.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Pelo visto trata-se de um romance contemporâneo com estilo classicista: um casal que quer firmar um relacionamento, passando por dificuldades. Embora não seja um gênero que me interessa, o fato da profundidade dos personagens secundários me agrada! Talvez se tivesse um pouco mais de ação e aventura?! Porém, em uma coisa eu tenho que concordar com você: a personagens principal é, realmente, muito bonita!
    Sua resenha está muito boa, parabéns!
    Filipe Penasso - Pena Pensante

    ResponderExcluir
  5. Oi Stéfani, tudo bem?
    Como você, adoro os filmes do Nicholas Sparks mas ainda não tive a chance de conhecer seus livros e espero mudar essa realidade em breve. Assisti o trailer e vi que é um desses filmes bem clichês, mas que mesmo assim a gente não enjoa nunca e realmente parece ser bem propício assisti-lo estando embaixo das cobertas. Adorei a indicação, acho que vou amar o filme!

    Beijos! ♥

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Compartilho da mesma opinião quanto as histórias de Nicholas Sparks. Infelizmente são muito parecidas e saem aos montes, o que fica muito repetitivo e enjoativo. Posso dizer que a única adaptação dos livros dele que realmente me apaixonei foi por Diário de Uma Paixão. Em relação a este filme, parece bem legal assistir em um dia chuvoso, deitado embaixo de uma coberta.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  7. Olá Stéfani,
    Essa impressão que você tem com os filmes, é o que acontece comigo com todos os livros que leio do autor, parece que seu único intuito é fazer o leitor chorar.
    Confesso que não me agradou muito essa questão de os atores não terem tido uma boa atuação, sabe? Entretanto, apesar de tudo, é um filme que gostaria de assistir apenas para formar opinião.
    Curti muito sua opinião e vou levá-la em conta quando assistir.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  8. Oiee ^^
    "A escolha" é um dos meus livros favoritos do Nicholas, mas eu não gostei muito dos atores escalados para viverem os personagens, então ainda não quis arriscar assistir a adaptação. As suas impressões me fizeram adiar ainda mais...haha' É uma pena que as coisas tenham sido sem graça e que os atores não tenham cativado :/
    MilkMilks ♥
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Não li esse livro nem ao filme, porque tô correndo um pouco de romance (e como já li muitos do Nicholas e ta sendo "mais do mesmo" pra mim, especialmente os livros dele).
    Mas adorei a premissa, e é bom saber que ele te fez chorar, pois faz tempo que um filme tem esse feito em mim, então fiquei curiosa pra ver se o mesmo vai acontecer comigo.
    Apesar de não conhecer os personagens pelo livro, gostei dos atores escolhidos (principalmente a do primeiro pôster, adoro a atriz!).
    Talvez eu dê uma chance a ele, haha.

    Virando Amor

    ResponderExcluir
  10. Oi Ste
    Agora que estou de férias da faculdade terei tempo de colocar a enorme lista de filmes em dia.
    A escolha é um deles. Estou louca para assistir mais um romance de Sparks na telona.
    Não tenho dúvida de que irei chorar também. Gosto de filme melosos de vez em quando e esse será a pedida!
    Adorei sua dica.
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  11. "para ser visto num dia de chuva e embaixo das cobertas" é exatamente isso que penso sempre que vejo um novo filme do autor! Eu amo romance em livro e terror no cinema! Fico entediada mesmo com romances assim. Mas eu gostaria de assistir, só por ver mesmo, mas vou esperar sair no Netflix kkk

    Bjus
    Blog Fundo Falso

    ResponderExcluir
  12. Oiee!! Ainda não assisti a esse filme mas com certeza verei. não importa que eu esteja em greve com o tio Nick quanto aos seus livros, eu sempre me renderei as versões dos mesmos. Acabei me rendendo a Uma Longa Jornada e já era, voltei como um cão arrependido para suas adaptações. Kkkkk.... E pq colocam logo protagonistas bonitões? Fica ainda mais difícil resistir poxa!

    Beijos!!!

    www.citacaonumclick.com.br

    ResponderExcluir
  13. Oi Stéfani, eu assisti o filme recentemente e gostei muito, ainda mais por eu ser uma fã do Nicholas, esse filme me surpreendeu, mesmo você não gostando tanto assim, quanto eu gostei. Acho que cada filme, cada filme e opinião né? mas ele é bom para passar uma tarde e ótimo para se emocionar!

    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Oi! :)
    Eu tive minha fase de Nicholas Sparks nessa vida e acho que sai feito louca lendo tudo o que tinha pra ler dele! A Escolha foi um deles - ganhei de dia dos namorados muitos anos atrás inclusive - mas tenho que admitir que ele me marcou tão pouco que lendo sua resenha, parecia que eu nunca nem tinha lido o livro haha a história realmente não foi nada demais :s
    Gosto bastante das adaptações, mas acho que você colocou muito bem: o único intuito é chorar. Também amo romances, mas acho que canso um pouco dessa coisa meio repetitiva que é o Nicholas Sparks. Diário de uma Paixão foi bom? Perfeito! Um Amor Pra Recordar? Excelente! Dear John? Muito bom! O resto? Ai, já cansei... haha
    Beijos!

    ResponderExcluir