02 maio 2016

[Resenha] Não se Apega, Não - Por Isabela Freitas

Título: Não se Apega, Não
Autor (a): Isabela Freitas
Páginas: 256
Editora: Intrínseca
Skoob || Encontre
4 ESTRELAS
Sinopse: Desapegar: remover da sua vida tudo que torne o seu coração mais pesado. Loucos são os que mantêm relacionamentos ruins por medo da solidão. Qual é o problema de ficar sozinha? Que me desculpe o criador da frase “você deve encontrar a metade da sua laranja”. Calma lá, amigo. Eu nem gosto de laranja. O amor vem pros distraídos.
Tudo começa com um ponto-final: a decisão de terminar um namoro de dois anos com Gustavo, o namorado dos sonhos de toda garota. As amigas acharam que Isabela tinha enlouquecido, porque, afinal de contas, eles formavam um casal PER-FEI-TO! Mas por trás das aparências existia uma menina infeliz, disposta a assumir as consequências pela decisão de ficar sozinha. Estava na hora de resgatar o amor-próprio, a autoconfiança e entrar em contato com seus próprios desejos.
Parece fácil, mas atrapalhada do jeito que é, Isabela precisa primeiro lidar com o assédio de um primo gostosão, das tentações da balada e, principalmente, entender que o príncipe encantado é artigo em falta no mercado.
Isabela Freitas, em seu primeiro livro, narra os percalços vividos por sua personagem para encarar a vida e não se apegar ao que não presta, ainda assim, preservando seu lado romântico.


Você Ainda Não leu o livro Não Se Apega, Não?

Não Se Apega, Não é um livro narrado em primeira pela nossa protagonista e conta a estória do termino de relacionamento de dois anos com o namorado ciumento e passa então a tentar superar e compreender do por que sentir a necessidade de estar sempre com alguém do lado.


É tão fácil se encantar por esse livro inusitado já que ele mescla ficção com realidade. Se pensam que é sobra auto ajuda, esqueçam pois pouco se é lembrado o gênero durante a narrativa. Isabela é uma garota sonhadora porém muito realista que trás toda sua personalidade para a obra. Eu mesmo só fui saber sobre o livro graças ao programa Fantástico da rede Globo, onde o primeiro livro gerou alguns episódios de uma série que foi bem reconhecido pelo público. Foi ai que corri na Saraiva e já trouxe os dois para casa. Sim são dois livros e muito bem feitos por sinal já que a autora sabe como cativar o leitor. Achei aquela série muito minha cara e pude comprovar quando passei a ler o livro devorando em apenas um dia. É impossível não se envolver com os amores e desamores da autora.

"Acabou. The end. Fim. Deve ser engraçado começar uma história pelo final, eu imagino. Quase todos os livros que já li até a data presente têm protagonistas que se apaixonam logo no início, lá pelo meio aparece algo que impede esse amor de acontecer e, no final..., bem, felizes para sempre. Aqui vai ser um pouco diferente, me perdoe. Eu jamais gostei de seguir padrões."
Capítulo 01

A parte do chick-lit quase me fez esquecer o toque de autoajuda presente na estória. As aventuras de Isabela são divertidas e às vezes dramáticas onde até mesmo seus pais foram envolvidos. Compreensível já que em um término de relacionamento envolvemos até um periquito se tivermos não é mesmo? Com ela não foi diferente, foram muitos tombos que levou e não tinha como não se ver, ou sentir, em cada situação que ela passava. Conforme vamos lendo os  sentimentos e compreensão vão ficando mais fortes e vamos notando que se desapegar  não é desamar algo ou alguém. Afinal o que seria dos começos se não existissem os belos finais? 


Algumas pessoas pensam que tudo na vida são como nos livros e filmes de conto de fadas. Não gente. Não é. Algumas pessoas não vão ter seus felizes para sempre e talvez não nos casemos com o príncipe encantado onde até mesmo ele pode ser o vilão ou sapo. Mas nem sempre desapegar é ruim, muito pelo contrario trás recomeços e espaço para viver coisas novas. 

As situações vividas pela Isabela são bem prováveis que aconteçam com alguém, podendo viver em um namoro onde já não há mais amor. Tem certas coisas que não se desapega, logo se livra mesmo. Não estou falando isso por desamor, longe isso. É questão de amor próprio, precisamos disso pra podemos ser amados e primeiramente nos amar.


A autora não fala apenas de seus amores platônicos ou relacionamentos desastrosos, ela trás muito sobre amizades sendo um fator  muito importante. Conhecemos Amanda e o Pedro, pessoas que a ajudaram em momentos difíceis e até mesmo se livrar do fundo do poço. Amanda é calmaria em pessoa. Toda doce e nerd sempre faz com que a Isa pense antes de fazer. Já o Pedro me encanto por seu jeito chato, bobo, lindo, sarado, galinha e brincalhão. É aquele tipo de amigo que joga na sua cara "Viu eu falei pra você não fazer que ia dar merda? Deu Branquela...". As vezes precisamos de amigos assim que nos incentivem e ao mesmo tempo mostrem o que devemos fazer quando estamos perdidos.

Foi um dos livros mais divertidos que já li, tanto que espero eu que a autora Isabela Freitas possa nos presentear com mais livros nesse seguimento chick-lit misturado com realidade. Fiquei totalmente preso a estória e seus personagens


O livro físico em si está maravilhoso. A capa é apaixonante e a cor escolhida não deixa o leitor enjoado. Toda diagramação está impecável e o melhor de lermos um livro nacional é que podemos conferir na integra a escrita do autor sem passar por tradutores e perder muita das vezes o sentido da estória. Não se apega, Não é uma estória envolvente que trás muita realidade e esclarecimentos para quem passa por situações semelhantes. O auto ajuda fica encoberto pelo carisma dos personagens pouco lembrando o gênero. É um livro mais do que recomendado para todos.

 "Perfeito é quando alguém te entende só de olhar..."

Assim como sitei a cima. O livro teve uma série produzida pelo Fantástico e você podem encontrar todos os episódios no youtube. Assim como o livro, cada episodio vale muito a pena de ser assistido.

20 comentários:

  1. Oi Éverton, tudo bem?
    Eu adoro a escrita da Isabela e seu livro é bem interessante também. Eu adorei a série do fantástico e é legal conferir no youtube também. Também acho que o livro fisico está maravilhoso e todos os detalhes chamam a atenção, desde capa até diagramação.
    Beijos, Fer

    ResponderExcluir
  2. Oi Éverton,
    Eu não li os livros da Isabela, mas já a acompanho no instagram/youtube a um bom tempo, ela é super simpática. Eu já vi a edição do livro e achei incrível.
    É muito fácil se identificar com a protagonista, afinal todos acabamos passando por situações semelhantes. Eu vi apenas alguns episódios da série do Fantástico, depois vou procurar no youtube.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Ola Everton eu confesso que comecei a ler o livro e acabei abandonando, a escrita flui bem , mas achei o livro com muitas frases prontas o que de certa maneira me desanimou, a diagramação do livro está muito bem trabalhada. Fico feliz em ver que apreciou a leitura. abraços

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  4. Oi
    Sinceramente esse livro não chama minha atenção sabe.
    Acho a proposta meio bobinha e vi a série do fantástico que apesar de ser divertida, confirmou minhas dúvidas.
    Mas sei que muitos adoram e acho que quem curte vale a pena ler.
    De qualquer forma, adorei a resenha;
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  5. Olá Éverton,
    Que resenha mais apaixonante, adorei.
    Confesso que tinha uma ideia bem diferente do livro, imaginava triste e até cansativo. Acho que pensei errado.
    Gostei de saber que a autora aborda a realidade que vivemos - é bom isso, às vezes. Muitas vezes sonhamos com uma situação X perfeita e não temos, o que gera frustração.
    Enfim, voltei para a lista de desejados, pois acho que vou gostar. Sua resenha me convenceu.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  6. Oiee Éverton ^^
    Eu li esse livro por um acaso, sem nem saber do que tratava, e também gostei bastante. Como você disse, as situações são bem prováveis de acontecer com qualquer um, e também é um livro muito divertido. Você já chegou a ler a continuação? Acho que o título é "Não se ilude, não". É bem bacana também :)
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Eu morro de vontade de ler esse livro. Nunca tinha lido nenhuma resenha dele, só a sinopse e os comentário das minhas amigas já me deixavam curiosa, mas agora que li a sua resenha eu fiquei ainda mais. Gostei muito de ver a tua opinião e como você falou da obra.

    ResponderExcluir
  8. Oi!
    Infelizmente eu não gosto da autora, a acho muito superficial, além de já ter arrumado uma treta com uma amiga. Eu acho esses livros bem machistas e sexistas. Sei que cada um tem uma opinião, obviamente você gostou, mas é um livro que eu passo bem longe.

    beijo!!

    ResponderExcluir
  9. Oie!
    Eu ainda não li o livro, e acho interessante essa ideia da autora, sobre não se apegar. Quantas vezes nos deixamos levar por relacionamentos que não darão em nada apenas para não ficar sozinha. Muitas vezes precisamos deixar ir, procurar outros lugares, respirar outros ares, para viver outra experiencia. Estou curiosa para acompanhar essas reflexões da atuora.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  10. Hello!
    Ouvi muito falar sobre esse livro, mas não sabia que era classificado como autoajuda, haha
    Me pareceu interessante a premissa, tratar de relacionamentos complicados sempre é dificílimo, e esse livro deve colaborar com algo. Contudo, não é meu gênero predileto.
    Bj

    ResponderExcluir
  11. Oi :),
    Não sabia que esse livro era nesse formato chick-lit, sempre achei que fosse um auto-ajuda normal. Bem legal isso! Eu tampouco assisti aos episódios no Fantástico, aliás, faz muito tempo que não assisto ao Fantástico, mas vou procurar no Youtube.
    Realmente, esse negócio de procurar a metade da laranja não está com nada, temos que já estar inteiros para conseguir manter um relacionamento saudável. E concordo com a autora: "O amor vem pros distraídos".
    Beijos!
    http://caindonacultura.com

    ResponderExcluir
  12. Oi, Éverton!Tudo bem?
    Bom, como eu não gosto muito de livros de autoajuda, saber que este não é um livro assim já foi um ponto positivo para o livro me ganhar como leitora. Estou feliz que não seja uma história de romance água com açúcar, muito pelo contrário. A Isa me pareceu uma personagem cheia de atitude e confiança. É sempre muito bom encontrar personagens assim em livros, acho que eles acabam nos servindo de inspiração. Beijos! ^-^

    ResponderExcluir
  13. Ooooooooownt, ain gente, essa série *-* na verdade o elenco dessa série HAHAHA. ♥ não lo p livro e não sinto tanta vontade, mas, acho que a Isa tem muito peito pra ser escritora, diferente de uma galera aí que tá tocando livro no ventilador como se fosse merda.
    Bjs
    Tayletitshine.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Olá! Nunca cheguei a ler essa obra e, para ser franca, nem tenho vontade. Já li diversos comentários positivos acerca das obras da Isabela e amigas minhas já realizaram leitura, mas eu simplesmente não consigo me sentir atraída pelo livro. A proposta parece ser maravilhosa e os quotes separados para as imagens são ótimos, mas eu não consigo gostar de obras que se dirigem diretamente ao leitor, seja autoajuda ou não. Apesar de tudo isso, reconheço a fama de Isabela e o sucesso que ela vem conquistando com sua escrita e fico feliz em saber que a obra te cativou tanto assim.

    Beijos,
    Fernanda Goulart.

    ResponderExcluir
  15. Oi Éverton, eu sempre tive vontade de ler esse livro desde que me conheço por gente de ter visto ele ahahha, eu adoro esses auto ajudar e esse em particular chama muito minha atenção e de um assunto bacana de ser lido, ainda mais com essa diagramação maravilhosa. Fico feliz em ver que você curtiu a obra, eu pretendo ir atrás do livro muito em breve!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  16. OOi
    A escrita da Isabela parece fluir muito bem e ser bem divertida. Já vi váaarias resenhas positivas sobre ele, amigas ja me indicaram haha contudo, nunca me interessei por ele, talvez pela temática não chamar minha atenção.
    Mas fico feliz que tenha gostado.
    Beijoos http://estantemineira.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  17. Oii, tudo bem?
    Eu ainda não tive a oportunidade de ler esse livro, mas sempre li varias resenhas que o elogiaram. Eu acredito que nunca li um livro parecido com esse, mas eu gosto da premissa e das frases e dicas que o livro contem. Espero ter a oportunidade de o ler.

    ResponderExcluir
  18. Oi, tudo bem?
    Eu fiquei bem animada quando vi esse livro por ai, porque parece ser ótimo e eu gosto de autoajuda kkkkk Mas até hoje não tive oportunidade de ler, o que é uma pena, porque lendo sua resenha tive novamente a sensação de que serei realmente conquistada pelo livro e algo pior ainda é a vida não ser como nos livros, né? kkkk Enfim, adorei sua dica de leitura, espero um dia ler e gostar também.

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  19. Olá!
    Esse livro fez um sucessão né, lembro de ver todo mundo o lendo na escola, mas nunca me interessei. Os amores e desamores da autora, mesmo trazendo preciosas mensagens para os leitores, não me chama atenção, então creio que não seria uma leitura prazerosa, mesmo com essa narrativa fluída e envolvente que mencionou.
    Sempre vi essa ideia de não se apegar como covardia. As pessoas têm tanto medo das inevitáveis dores da vida que elas preferem não se deixar envolver com absolutamente nada e ninguém. E isso é péssimo. Bom, apenas um comentário sobre o título do livro, não sei o contexto, então não posso dizer se é essa ideia que a autora compartilha.
    No mais, que bom que tenha curtido a leitura. Beijos.

    ResponderExcluir
  20. Certa vez eu li algo sobre uma pesquisa (pena não lembrar a fonte, pois faz bastante tempo) segundo a qual uma quantidade enorme de pessoas casam-se muito mais por medo da solidão do que por amor verdadeiro. Achei isso muito triste e assustador! Manter um relacionamento mau apenas para não ficar só é um tiro no pé. Não li esse livro ainda, mas pelo que tenho ouvido e lido a seu respeito, parece ser um ótimo estímulo a quem se encontra em uma situação lastimável dessas.

    Tatiana

    ResponderExcluir