08 abril 2016

[Resenha] O Conde Enfeitiçado - Por Julia Quinn


Título: O Conde Enfeitiçado
[ Os Bridgertons #6 ]
Autor (a): Julia Quinn
Páginas: 304
Editora: Arqueiro
Skoob || Encontre
4 ESTRELAS
Sinopse: Toda vida tem um divisor de águas, um momento súbito, empolgante e extraordinário que muda a pessoa para sempre. Para Michael Stirling, esse instante ocorreu na primeira vez em que pôs os olhos em Francesca Bridgerton.
Depois de anos colecionando conquistas amorosas sem nunca entregar seu coração, o libertino mais famoso de Londres enfim se apaixonou. Infelizmente, conheceu a mulher de seus sonhos no jantar de ensaio do casamento dela. Em 36 horas, Francesca se tornaria esposa do primo dele.
Mas isso foi no passado. Quatro anos depois, Francesca está livre, embora só pense em Michael como amigo e confidente. E ele não ousa falar com ela sobre seus sentimentos a culpa por amar a viúva de John, praticamente um irmão para ele, não permite.
Em um encontro inesperado, porém, Francesca começa a ver Michael de outro modo. Quando ela cai nos braços dele, a paixão e o desejo provam ser mais fortes do que a culpa. Agora o ex-devasso precisa convencê-la de que nenhum homem além dele a fará mais feliz.
Resenhas Anteriores 
Os Bridgertons #1 - O Duque e Eu
Os Bridgertons #2 - O Visconde que me amava
Os Bridgertons #3 - Um Perfeito Cavalheiro 
Os Bridgertons #4 - Os Segredos de Colin Bridgerton
Os Bridgertons #5 - Para Sir Phillip Com Amor


Michael sempre levou uma vida tranquila e despreocupa. Sendo militar e primo de um conde teve todas as opções para se ter na vida inclusive mulheres. Seu vida muda quando conhece Francesca Bridgerton que irá se casar com o primo que tanto ama e respeita. O maior libertino de Londres se encontra perdidamente apaixonado pela única mulher que jamais poderia ter.

Os anos se passam e Francesca tem em Michael um grande amigo e até mesmo confidente, mas uma grande tragédia chega a família trazendo a morte inesperada e prematura do conde. O título passa para Michael tornando-o novo conde e trazendo obrigações que ele nunca quis. Para se curar Michael se afasta da jovem pois sente que está traindo o falecido primo em desejar a mulher que foi dele e ainda mais por estar vivendo sua vida. As coisas mudam quando Michael volta e Francesca começa a enxerga-lo mais do que um amigo e ver o homem libertino que todas as mulheres de Londres veem, mas o que a sociedade ou suas famílias dirão desse amor que sabem que é proibido?



- - - - - - - Minhas Impressões - - - - - - -


Quando eu pensava que não poderia me apaixonar ainda mais pelas estórias da Julia Quinn ela vem e me prova que não existem limites para seu talento. O Conde Enfeitiçado é sem duvida um dos melhores livros da série e Michael é definitivamente apaixonante.

O livro é narrado em terceira pessoa sendo já marca registrada da autora trazendo a estória de Francesca Bridgerton onde nos livros anteriores é retratada como a irmã desafortunada que ficou viuva poucos anos após o casamento, a estória foi uma grata surpresa pois esperava que o livro relatasse como ela se apaixonou e viveu anos maravilhosos no casamento, mas autora trouxe uma estória de recomeços e amores arrebatadores.

Não quero falar da estória além do resumo pois a fatores que apesar de serem clichês o leitor precisa descobrir no tempo certo tamanha sua importância. De todos os Bridgertons Francesca sem duvida é a mais calma e delicada em nada parecendo com seus irmão afobados e escandalosos, fato que ela mesmo diz na estória, porém trás consigo a vontade e curiosidade pelo desconhecido já característico da família, mostra também grande caráter e desafios interiores que a julgam por se apaixonar pelo primo do seu falecido marido, mas até então foi totalmente fiel a ele e nunca olhou para outro homem, vemos uma mulher devota ao casamento que o amava muito e se culpa pela possibilidade de seguir em frente.

Michael é dono de uma personalidade encantadora. Apaixonado desde o momento que colocou os olhos na moça guardando o sentimento para si pois jamais faria algo para machucar o primo. Lendo a estória vejo que ele encara tudo que acontecia na sua vida como um mártir pois jamais desejou ser um conde e ter a possibilidade de ficar com Francesca após a morte do primo é inaceitável, sente que está roubando a vida dele. Não teve como não se apaixonar pelo homem machucado e muito apaixonado que por questão de honra se afasta da possibilidade de poder ficar com a mulher que sempre quis.

E ele, que dormira com tantas mulheres, subitamente se deu conta de que nada fora até então além de um menino imaturo. Porque nunca tinha sido daquela maneira. Antes tinha sido o seu corpo. Aquilo era a sua alma.

O romance é resignado, vemos duas pessoas que querem ficar juntas mas só a menção disso é um sacrilégio como se manchasse a honra do marido/primo. Mesmo quando percebem que não tem como ficarem separados ainda fica aquela pontinha de culpa e é muito difícil para ambos perceberem que devem ser felizes e que melhor maneira do que juntos?

Desejara Francesca. Apenas isso. Mas não dessa forma. Não àquele preço. Jamais invejara a boa sorte de John. Jamais invejara o título, o dinheiro ou o poder dele. Invejara apenas a sua mulher.

O livro trás questões muito mais serias que o amor entre duas pessoas, fala sobre superação e aceitar as coisas que a vida impõe da melhor maneira que conseguimos. Os personagens secundários da estória são muito bem construídos, conhecemos alguns e outros já tão queridos dos outros volumes.

No geral é divertido, amável e  apaixonante. Vi muitas pessoas dizendo que esse foi o mais fraco da série, discordo completamente pois pra mim foi um dos melhores. É lindo ver o recomeço de duas pessoas que estão machucadas e encontram o amor como ponto seguro para uma nova vida juntos.

13 comentários:

  1. Oi Stefani,
    menina me sinto tão suspeita pra comentar sobre os livros da Julia Quinn,
    acabo que amo tudo o que leio dessa mulher.
    Eu gostei muito desse capítulo da série os Bridgertons, porque achei a Francesca uma personagem bem diferente das que já estávamos habituadas, ao invés de uma menininha cheia de medos, encontramos uma mulher, madura e mais bem resolvida. Eu também gostei muito dessa leitura e pra mim esse também é um dos melhores, eu acho que não conseguiria definir o melhor, mas com certeza esse não é nem de longe o mais fraco. Concordo contigo.
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Julia Quinn é uma das minhas autoras favoritas diante do romance histórico. Já li todos que foram publicados por aqui e espero poder ler cada vez mais obras dela. Acho que ela tem um talento incrível para descrever a ambientação, assim como os personagens.
    Beijos, Fer

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bem??

    Estou quase chorando só de ler a sua resenha! Ainda não li nada da autora, mas a cada dia que passa eu fico com mais vontade... só vejo criticas positivas e esses enredos são de matar! Acho que eu também acharei um dos melhores da série, já amei o fato de duas pessoas "machucadas" se encontrarem!! Amei a resenha ♥

    XOXO
    umnovo-roteiro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Eu li apenas o primeiro até agora, mas já tenho outros dois em mãos e espero continuar a serie logo, pois AMEI a escrita da autora! Não esperava me apaixonar tanto por uma serie de romances de época, e aqui estou...
    Você conseguiu me deixar super ansiosa para chegar logo ao 6º volume! O Conde Enfeitiçado parece, entre todos, o mais "maduro".
    Adorei sua resenha!
    Beijos
    http://umaleitoravoraz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Sou louca por romances de época e estou louca para ler essa série, está sendo uma maldade acompanhar as resenhas desses livros. Pelo que vi dos volumes anteriores, eu acho que esse é o que mais me agradaria, esse casal teimoso deve ser um charme só.

    ResponderExcluir
  6. Nunca li nada da Julia Quin e com certeza não foi por falta de indicações e elogios. Apesar de adorar romances, li pouquíssimos históricos e acho que quero entrar de cabeça neste gênero por esta serie. Acho que vou adorar, do primeiro volume ao ultimo!!! Espero poder fazer isso em breve.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Adoro quando um personagem nos encanta pelo modo como coloca a honra acima do amor, revelando que tem princípios e que deseja ser o melhor tipo possível de ser humano. Eu gosto disso e achei muito especial que a autora tenha conseguido abordar esse tema de um jeito tão romântico. Quero ler! Com certeza, faz parte do meu estilo. Mas ainda não li nenhum livro do autora... Acho que vou começar pelo primeiro volume dessa série em breve.

    Beijos!
    www.myqueenside.com.br

    ResponderExcluir
  8. Olá Stéfani,
    A Julia Quinn parece se superar a cada livro lançado, não é?
    Parei na leitura do quarto livro e, até agora, gostei de todos, claro que tenho preferência por uns. Adorei conhecer um pouco mais sobre o Michael, ele me pareceu encantador. Acho que, quando ler, me apaixonarei pelo livro assim como você.
    Obrigada por ter me presenteado com essa resenha incrível.
    Beijos,
    http://mileumdiasparaler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi, Stéfani
    Também amo os livros da Julia e acho quase impossível não se apaixonar por seus personagens. Ouvi muitas pessoas falando que esse era o que menos agradou da série, mas para ver como as opiniões são diferentes, você amou o livro.
    ESpero ler o meu logo, ainda estou no segundo.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Oii, tudo bem?
    Eu já tive a oportunidade de ler O Duque e eu e apesar de ter gostado da historia, não foi um livro que me arrebatou. Eu sempre vejo muitas criticas positivas a respeito da série, e tenho muita vontade de ler o resto. Eu adorei a sua resenha e gostei muito da premissa desse livro, e me deu vontade de o ler.

    ResponderExcluir
  11. Já vi extensos elogios a essa série, mas só a premissa de um livro que me deixa curiosa para ver como é desenvolvido (Um Perfeito Cavalheiro), mas já que não me dou bem de forma alguma com o gênero passo reto rs
    Que pena esse livro não ser tão unânime quanto os outros, mas ao menos você gostou do que leu e sentiu umas mensagens na obra, e deve ser legal conhecer a história da quietinha da família!

    http://deiumjeito.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Oii,

    Simplesmente adorei a sua resenha, e acredito que foi o empurrão que precisava para começar a ler essa série. Acho que vou amar tanto quanto você ama. Parabéns pela resenha.

    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Olá... tudo bem??
    Que bom que curtiu esse livro... algumas resenha que li disseram isso que acharam o livro fraquinho... e eu fiquei em dúvida... pela descrição do enredo acredito que não seja ruim, porque recomeço é um maravilhoso item de viver.. mas entendo a culpa que os dois sentem... afinal eles pensavam no marido/primo e querendo ou não... naquela época as coisas funcionavam de outra forma.... enfim... gostei de saber que você gostou da história... xero!

    ResponderExcluir