09 março 2016

[Resenha] Procura-se um Marido - Por Carina Rissi


Título: Procura-se Um Marido
Autor (a): Carina Rissi
Páginas: 476
Editora: Verus
Skoob || Encontre
4 ESTRELAS

Sinopse: Alicia sabe curtir a vida. Já viajou o mundo, é inconsequente, adora uma balada e é louca pelo avô, um rico empresário, dono de um patrimônio incalculável e sua única família. Após a morte do avô, ela vê sua vida ruir com a abertura do testamento. Vô Narciso a excluiu da herança, alegando que a neta não tem maturidade suficiente para assumir seu império – a não ser, é claro, que esteja devidamente casada. Alicia se recusa a casar, está muito bem solteira e assim pretende permanecer. Então, decide burlar o testamento com um plano maluco e audacioso, colocando um anúncio no jornal em busca de um marido de aluguel. Diversos candidatos respondem ao anúncio, mas apenas um deles será capaz de fazer o coração de Alicia bater mais rápido, transformando sua vida de maneiras que ela jamais imaginou.


Alicia é uma jovem de 24 anos que desfruta dos prazeres que a vida tem a oferecer, adora uma boa festa e fazer viagens mundo a fora, tudo isso financiado pelo seu querido avô Narciso, dono de uma fortuna incalculável, com quem vive desde criança após a morte de seus pais. O bom avô sempre mimou a neta, fazendo seus desejos e vontade e acima de tudo, dando muito amor. Já em idade avançada ele teme não estar junto de Alicia por muito tempo e protegê-la, crendo assim que a melhor forma de sua neta sossegar é o bom e velho matrimônio, mas não é isso que Alicia deseja, ela quer continuar a se divertir e ser livre. Em uma certa manhã esse dia fatídico chega. Vô Narciso partiu deixando a neta desolada, mas ele não a deixaria sem antes deixar um testamento com a sua vontade final, sendo que Alicia receberia sua fortuna somente se a moça se casar, recendo assim a fortuna somente após um ano de casamento. 

- Contudo, devido á incapacidade da herdeira de cuidar de si mesma, instituo como curador de totalidade de meus bens o senhor Clovis Pereira Hoernandez e, como presidente da minhas empresa, o senhor Hector Simione, até que a herdeira legitima esteja devidamente casada há mais de um ano.
Página 24.

Alice não se conforma com a atitude do avô, mas se essa era a vontade dele então ela realizaria. Buscando uma forma de driblar o testamente, Alicia tem uma ideia maluca de colocar um anúncio no jornal procurando uma marido. Muitos candidatos aparecem, mas nenhum no qual ela estaria disposta a viver por um ano, até Max, seu colega de trabalho insuportável aparecer. Ele precisa de uma falsa esposa para conseguir uma promoção na empresa e ela de um marido para herdar o dinheiro do avô, é o arranjo perfeito. Mas como eles irão lidar com a evidente atração que sentem um pelo outro sem bagunçar as coisas? Alicia ira descobrir que as coisas não são tão simples como ela imagina ser.


Tenho muito orgulho de ser fã dos livros da Carina Rissi. Desde o primeiro livro que eu li da autora sou apaixonada por suas estória. Encontramos aqui um check-lit muito bem trabalhado e cativante, previsível? Totalmente, mas é tão amor o livro que nem liguei pra isso.


O livro é narrado em primeira pessoa pela Alicia. Foi uma bela aventura estar na cabeça dessa doidinha, as coisas que ela faz e pensa são extremamente engraçadas, parece um imã de problemas, nunca busca mas sempre está enfiada em algum. Extremamente divertida e alegra, Alicia é uma jovem que quer viver sua vida, sou como ela em relação a isso, não entra na minha cabeça uma mulher se casar tão cedo, teremos uma vida inteira para passar com nosso futuro marido, pra que adiantar as coisas? No começo do livro eu tinha uma certa empatia por ela - foi mudando com o decorrer das páginas - era mimada e achava que trabalhar era um castigo imposto pelo avô. Essa personalidade foi mudando com a estória, a autora foi sutilmente amadurecendo a personagem, chegando ao fim temos uma Alicia visionária e determinada.  

Mari é sua melhor amiga, ficava me perguntando por que elas eram amigas. São personagens completamente diferentes, teve momentos que até tinha dó da Mari pelas coisas malucas que amiga aprontava, sempre sobrava pra ela. Mas depois essa amizade me conquistou, enxerguei o que a Maria via, uma grande amiga - quase irmãs - que se amam de verdade. 


Max é um máximo (risos), trocadilhos a parte, ele é realmente incrível. Estava sentindo falta de um mocinho apaixonante assim. Dono de um temperamento forte, Max é todo ao extremo, se ele está irritado ele realmente fica bravo, se está alegre mal se contém, mas se está apaixonado dá o mundo para a pessoa. Não tinha me deparado com um personagem tão marcante assim, que se doa totalmente a outra pessoa, não pensando se isso irá machucá-lo, estava ali pronto para apoiá-la em qualquer situação. 

Vô Narciso parte logo no primeiro capítulo, mas ele não deixa a estória, sua presença se faz constante todo momento, seja em lembranças, sonhos ou as lindas cartas deixada para Alicia. A relação dos dois é linda, o amor e devoção é totalmente mútuo. Sentimos todo o carinho que o avô tem por ela, e o quanto ela sente falta dele, mesmo depois de morto ele "continua" cuidando dela. Achei legal a autora mostrar esse tipo de amor familiar, é lindo e emocionante.

Max e Alicia são um casal único. No começo vemos duas pessoas que se odeiam e ao decorrer da estória e convivência, foi evoluindo para amor. Não é aquela coisa forçada imposta ao leitor, foi natural, nos apaixonamos juntamente com eles. Donos de ótimas cenas de humor, Max entende totalmente as maluquices dela onde se completam. 


Não tenho do que reclamar do trabalho da editora. A diagramação está confortável com letras grandes, espaçamentos e margens bem distribuídas, fora que não encontrei nenhum erro ortográfico. Essa capa traduz muito o sentido da estória, é uma moça jovial - as vezes bem "moleca" - que precisa crescer com e se casar. Adorei a arte, todos os livros da Carina trazem capas espetaculares.

Em suma o livro é ótimo, virou meu favorito muito antes do desfecho final. Carina me conquistou com sua escrita viciante e estorias únicas. Recomendo para todos que amam um bom romance com doses de diversão.

16 comentários:

  1. Olá, Stefani, sou meio suspeita ao falar sobre os livros da Carina Rissi. Sou fã assumida mesmo e me derreto completamente por suas histórias. Não tem um livro que eu não tenha lido da autora e não tenha me apaixonado por completo, e claro, este também se tornou meu favorito. Também adoro essa capa, pois demonstra um espirito divertido perante o enredo. Quero muito poder conferir histórias novas dela. Beijos, Fê

    ResponderExcluir
  2. Olá Stefani,

    Eu nunca li nada da autora, ao contrário de você, mas gostei da premissa de "Procura-se um Marido''. Eu normalmente não leio romance, não tenho muita bagagem para opinar, mas ultimamente tenho gostado de ler os divertidos e legais. Sem muita carga dramática. Acho que esse é ótimo para o que eu procuro né? Eu adorei o fato dela ser "doidinha" e o livro ser narrado em primeira pessoa, mostrando o ponto de vista dela, ficou bem mais agradável de ler. Com certeza vou procurar saber mais e me abrir para lê-lo.

    Parabéns pela resenha!
    Beijo!

    ResponderExcluir
  3. Oi, Stéfani!Tudo bem?
    Primeiro, a parabenizo por sua resenha, que realmente está ótima. Seus comentários foram capazes de até mesmo despertar em mim o interesse pela leitura. E olha que eu nem sou fã de romances! Eu gostei bastante da protagonista e, assim como você, me identifiquei com ela nessa questão sobre o quão desnecessário é se casar tão cedo. Que bom que meus pais não me exigem nada desse tipo, como fez o avô da Alicia! hahahaha Beijos! ^-^

    ResponderExcluir
  4. Oi, Stéfani
    Eu sempre tive curiosidade de ler algo da autora. Uma pena que ainda não tive oportunidade.
    Os personagens desse livro parece que te conquistaram mesmo, além da escrita. Adorei saber que você, como tantos, aprovou a obra e pretendo ler um dia, espero que não demore.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Amiga eu tenho praticamente todos da Carina Rissi e ainda não li nenhum deles.
    Eu vou ler antes de ir para Bienal do Livro, porque estou curiosa para conhecer sabia? Espero poder gostar tanto como você, pois todos comentam bem não só desse livro, mas daquele PERDIDA também. Eu estou ansiosa na verdade. Mas por enquanto agora não vai ter como, até porque além da minha viagem, eu já tenho também algumas leituras agendadas que preciso fazer a leitura por conta de parceria sabe? Mas mesmo assim espero poder gostar assim que pega-los, porque Carina Rissi se tornou uma autora muito querida entre os leitores e acho que vai ser uma das minhas queridinhas também pelo jeito rs. Romance é comigo mesmo !

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2016/03/ebook-worlds-3.html

    ResponderExcluir
  6. Olá!

    Esse foi o primeiro (e único) livro que li da Carina Rissi, e tenho que dizer que me diverti muito, a proposta do livro é incrível e super divertida, além de ser uma leitura muito leve e que eu não vi o tempo passar.
    Me apaixonei pelo Max <3 ele é um fofo e muito encantador! Já a Alicia com seu jeito toda doidinha me conquistou.

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oiee ^^
    Aaaah eu AMO esse livro! Foi o primeiro livro da autora que eu li (e único, até agora *-*), mas eu me tornei uma fã na mesma hora, pois é impossível não rir e se apaixonar com esse casal doido! Meu Deus, como eu ri com esse livro, e como suspirei também ♥ Max e Alicia são mesmo um casal único, adorei conhecê-los ♥ Estou doida para ler os outros livros da autora ♥
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Ainda não li nenhum livro da Carina, meu histórico de leituras da autora é composto por apenas uns contos degustatórios, que já me fizeram amar loucamente sua escrita e desejar seus livros, dos quais já tenho alguns, inclusive esse e pretendo lê-lo em breve.

    Abçs
    Sou bibliófila

    ResponderExcluir
  9. Oi, flor!
    Li tantas boas resenhas sobre essa obra quando lançou que acabei por comprá-la. No fim, ainda não a li, acredita? Mas a certeza de que a adoraria quando a lesse foi tão grande que passei a comprar todos os lançamentos da editora. Parei com isso somente "há dois livros". Ou seja, não adquiri No Mundo da Luna e Encontrado. De resto, menina, tenho os outros e não os li.

    Sua resenha veio em boa hora, portanto. Percebo que vou MESMO AMAR essa história e preciso me organizar para tirar a poeira do meu exemplar e curti-la (rs). O que você falou sobre os personagens foi o que mais me encantou... Adoro personagens assim, que nos cativam e nos fazem praticamente entendê-los como se os conhecêssemos na vida real.

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Oii!

    AMO chick-lit! Quem não ama né? Eu não li nada da autora ainda e na verdade eu morro de curiosidade, o problema é o preço, acho as obras da autora é sempre acima dos 35,00 por aqui, daí acabo dando preferencia a outros, porém, a cada resenha percebo que a escrita da autora é ótima!
    Adorei esse enredo e achei bem legal a capa fazer jus a ela!
    Gostei da construção da resenha e espero conseguir ler esse ano ainda!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  11. Olá, sabe que eu nunca li nada da autora mas morro de vontade de conhecer suas obras e sua escrita. Esse livro em especial muitas pessoas falam muito bem dele, e agora a sua resenha me cativou ainda mais, espero conseguiu conferi-lo em breve!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  12. Procura-se um Marido foi o primeiro livro que li da Carina. Eu amei! E desde então leio tudo o que ela lança... Ok, ainda não li No mundo da Luna, mas foi por falta de dinheiro. Ela foi uma das autoras que me fez perder o meu preconceito pela literatura nacional, mas eu tinha um motivo para isso. Toda vez que eu decidia dar uma chance a um livro nacional só pegava livros mal escritos e forçados. Ainda bem que conheci a Carina Rissi e a Marina Carvalho elas são divas demais.
    Enfim, sua descrição sobre o Max: se ele está irritado ele realmente fica bravo, se está alegre mal se contém, mas se está apaixonado dá o mundo para a pessoa.
    Foi a melhor que já vi, você conseguiu tirar da minha cabeça o que eu pensava dele só não conseguia colocar em palavras.
    A Alice me irritou bastante em alguns momentos, mas depois eu fazia as pazes com ela e ficava tudo bem ahushaushau
    Parabéns pela resenha ficou ótima.

    Blog
    Blog Miih e o Mundo Literário

    ResponderExcluir
  13. Já me recomendaram mais de uma vez esses livro. E eu até gosto de chick lits, mas tô com tanta coisa pra ler, que tá difícil encaixar. Fiquei sabendo essa semana que compraram os direitos pra filmar. Fico feliz pela autora, por ser nacional, e ganhar destaque. Tentarei lê-lo antes de chegar na telonas.

    ;D
    Profissão: Leitora

    ResponderExcluir
  14. Olá!

    Já havia ouvido falar desse livro da Carina e gostaria muito de le-lo, assim como gostaria de ler Perdida e creio que existe mais um não existe? Eu não conhecia a estoria de Proxura-se um Marido a fundo, so sabia que a garota queria um marido kkk achei bem legal a sua resenha contando que este era um desejo do avô, para que a neta fosse cuidada por alguém depois que ele partisse. Gostei muito disso e achei muito lindo. Pelo que você falou acho que posso esperar cenas hilárias durante a leitura desse livro. Você conseguiu me deixar com mais vontade ainda de ler esse livro do que eu já estava.

    Beijinhos!
    Cantinho Cult

    ResponderExcluir
  15. Olá!
    Esse foi o meu primeiro contato com a Carina Rissi e fiquei apaixonada pela escrita dela. Esse livro é muito engraçado e cativante. Desde que comecei não consegui parar. E essa semana ainda tivemos a novidade que vai virar filme, eu fiquei radiante.
    Adorei a sua resenha.
    Beijinhos!
    http://www.eraumavezolivro.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Olá

    Sou suspeita pra falar dos livros da Carina, pois ela é das minhas autoras favoritas, esse livro eu gostei bastante dele, em termos de relação familiar, acho que essa foi um das mais lindas que já vi nos livros a relação da Alicia com o avó, a autora sobe mesclar bem o humor com uma dose de drama, o livro é ótimo.

    Bjss

    ResponderExcluir