15 março 2016

[Resenha] Ligeiramente Maliciosos - Por Mary Balogh


Título: Ligeiramente Maliciosos
[ Os Bedwyns #2 ]
Autor (a): Mary Balogh
Páginas: 288
Editora: Arqueiro
Skoob || Encontre
4 ESTRELAS
Sinopse: Após sofrer um acidente com a diligência em que viajava, Judith Law fica presa à beira da estrada no que parece ser o pior dia de sua vida. No entanto, sua sorte muda quando é resgatada por Ralf Bedard, um atraente cavaleiro de sorriso zombeteiro que se prontifica a levá-la até a estalagem mais próxima.
Filha de um rigoroso pastor, Judith vê no convite do Sr. Bedard a chance de experimentar uma aventura e se apresenta como Claire Campbell, uma atriz independente e confiante, a caminho de York para interpretar um novo papel. A atração entre o casal é instantânea e, num jogo de sedução e mentiras, a jovem dama se entrega a uma tórrida e inesquecível noite de amor. Judith só não desconfia de que não é a única a usar uma identidade falsa. Ralf Bedard é ninguém menos do que lorde Rannulf Bedwyn, irmão do duque de Bewcastle, que partia para Grandmaison Park a fim de cortejar sua futura noiva: a Srta. Julianne Effingham, prima de Judith.
Quando os dois se reencontram e as máscaras caem, eles precisam tomar uma decisão: seguir com seus papéis de acordo com o que todos consideram socialmente aceitável ou se entregar a uma paixão avassaladora?


Judith Law é filha de um pastor conservador que tem uma certa fortuna e títulos para sustentar suas duas filhas e seu seu filho mais velho, ou tinha, já que seu filho é totalmente sem juízo e gastou toda fortuna da família. Sendo assim Judith é enviada para a casa da tia assumindo o papel de parente distante pobre que cuida da vó em troca de moradia. Durante a viagem a diligência que Judith está sofre um acidente deixando todos os passageiros atolados na lama, até que Ralf Bedard passa de cavalo oferecendo ajuda em levar ma pessoa até a próxima estalagem em busca de socorro aos demais. Ralf é de ótima aparência encantando Judith de primeira, mas uma moça de família não pode se dar ao luxo de aceitar tal coisa, seu pai ficaria horrorizado.

"Um sorriso preguiçoso se abriu no rosto de Rannulf.
- Eu poderia ler uma pessoa comigo - disse ele, sem desviar os olhos da moça.  - Uma moç, talvez? Madame, que a senhora?
As outras passageiras reclamaram de sua escolha, mas Rannulf as ignorou. A bela ruiva o encarava e, pela expressão reprovadora no rosto da moça, ele poderia apostar que ela recusaria a oferta. [...]"
Página 12

Mas ninguém ali parece conhecê-la e seu futuro é tão amargo como solteirona e parente pobre que ela resolve aceitar o convite de Ralf e fingir ser Claire Campbell uma atriz libertina. Ela sempre sonhou em atuar e agora está fazendo o papel de sua vida e não recusará nada que lhe for oferecido, mesmo que Ralf pense que ela é uma acompanhante. Eles passam um fim de semana de muita paixão e luxúria, mas ela tem que seguir em frente sabendo que nunca mais o verá. Já na casa da tia o destino resolver mexer com os dois, Judith encontra-se com Ralf, ou pelo menos ela achava que esse era seu nome, sendo na verdade Rannulf Bedwyn irmão do duque de Bewcastle que está na casa da avó para cortejar sua futura noiva Julianne Effingham, prima de Judith. Em meio a toda confusão os dois terão que esconder tudo o que viveram ou se entregarem a essa paixão.


Adoro romances de época, sempre me encanto com os cenários e roupas descritas nos livros, e Ligeiramente Maliciosos não foi diferente. Uma estória encantadora e envolvente que só larguei ao final do livro.

O livro é narrado em terceira pessoa, já característico do gênero, pelos pontos de vista de Judith e Rannulf, mas a escrita da autora é tão leve que faz com que possamos sentir tudo que os personagens sentem como se fosse em primeira pessoa.


Judith acredita piamente que por ser ruiva é uma mulher feia. Grande erro, pois é dona de uma beleza única e curvas que fazem os homens se deleitarem. Esse sentimento é posto na moça pelo pai, sendo um pastor ele acha que sua filha desperta o pecado entre os homens dessa forma sempre exigiu que ela escondesse o cabelo e o corpo. Essa falta de estima que a moça tem é muito bem explorada pela autora, não somente o pai dela acha que isso é um incômodo, como também a tia que faz de tudo para ofuscar a beleza da sobrinha com roupas extremamente largas e toucas horrorosas para uma moça jovem.


Mesmo em meio a tanta falta de segurança, ela é bem forte e determinada possuindo um talento nato para atuação. Rannulf foi um personagem que me apeguei logo de primeira. Um cavalheiro totalmente devasso e apaixonante que ama e faz todas as vontades da avó, fato que o leva a cortejar a prima de Judith, mesmo depois do reencontro ele ainda deseja fazer a vontade da avó, tem como ser mais fofo?


Ambas as avós são incríveis, uma par de senhoras apaixonantes sem medo de falar o que pensam e um tanto quanto abusadas com os netos em suas vontades. A tia Louisa e Julinne são personagens arrogantes que pensam somente em si mesmas e nas aparências. Me irritei de mais com a Julianne, menina mimada que acha que mundo tem que fazer suas vontades.


Quando você acha que o livro já caminha para o enredo final uma reviravolta acontece nos pegando desprevenidos. Adorei como foi o decorrer dos fatos e a solução me fez dar pulinhos de alegria bem ao estilo contos de fadas. Todos os personagens da estória são bem construídos com características únicas, é fácil sabem quem é quem na estória.


A diagramação do livro é simples porém muito bonita ao olhar, possuindo letras e espaçamentos de fácil leitura. A capa está lindíssima com uma modelo de cabelos ruivos enfatizando ainda mais a personagem. Não encontrei nenhum erro ortográfico e muito menos concordâncias fora de contexto, deixando o livro muito agradável de ser lido.


A escrita da autora é fluida e os personagens cativantes ao ponto de torcemos por um final feliz. Assim como a série Os Bridgertons comecei a ler esse livro primeiro, sendo ele o segundo da série os Bedwyns. Fiquei encantada e quero muito ler o anterior e o posterior. Recomendo a todos que gostem de um ótimo romance e adore reviravoltas no enredo.

19 comentários:

  1. Oi Stéfani, tudo bem?
    Eu gosto bastante da escrita dessa autora, e esse livro acabou me surpreendendo bastante. Sou suspeita ao falar, mas amo os romances históricos e com esse não seria diferente. Estou curiosa para conferir outros títulos da autora.
    Beijos, Fer

    ResponderExcluir
  2. Olá Stefani! Tudo bem? Lembra que a gente se conheceu no skoob? Você fez uma troca comigo! Primeira vez aqui e seu blog é lindo. Tenho muita vontade de conhecer outras autoras de romances históricos, até agora só li os da Julia Quinn. Tem problema se não ler na ordem?

    Seguindo aqui,
    beijos,
    http://queremosmaislivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi Stéfani!
    Adoro romances de época também e fico contente em saber que essa é mais uma boa autora do gênero. Esse livro já entrou pra minha lista de desejados,graças a sua resenha.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  4. Não leio muito romances de épocas, pois sempre acho que não me identificarei com a personagem, porém a resenha me cativou a lê-lo. Já comecei ficando intrigada pelo fato da moça ser bonita e o pai e a tia quererem ofuscar isso nela. A resenha ficou ótima e gostei bastante de conhecer o livro.
    Beijos!
    http://virandoamor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi!
    Eu também gosto de romances de época e achei esse ótimo! Se você gostou desse com certeza não deve deixar de ler os outros, eu li o primeiro e também gostei, apesar de o segundo ser meu preferido... As avós foram o destaque da história, as duas foram muito fofas e divertidas :)
    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Oi, indiquei você em uma tag! Dá uma olhada...
    Beijos

    http://sorrisoecorblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi lindinha, mesmo gostando bastante de romances, li pouquíssimos de epoca e acho que a sua resenha me convenceu a mergulhar neste estilo com esse livro aqui. Adoro essa coisa de reviravolta no final e isso me despertou a curiosidade!!! Quero ler pra ontem!!!
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Oiiii!!!!!
    Amo romance de época e estilo "florzinha", e esse me pareceu dentro desse estilo. Essa não é a primeira resenha favorável que li dessa obra, e todo esse enredo me cativa. Judith deve ter autoestima muito baixa Pq eu aqui querendo ser ruiva e ela se achando feia, sendo que é natural!!! Já vi algumas resenhas dos outros livros da série , e me pareceu tão bom quanto esse. Beijos e até a próxima!

    ResponderExcluir
  9. Acho que quando um autor é capaz de escrever um livro em terceira pessoa e passar para o leitor o que o personagem está sentindo como se estivesse lendo um livro em primeira pessoa, isso prova o quão bom esse escrito é.
    Nunca li nada da Mary, mas ela é muito elogiada entre os blogueiros.
    Amei a premissa, ano passado me apaixonei pelo gênero e espero ler o livro, que além de ter uma trama legal tem uma capa MARA

    ResponderExcluir
  10. Oiii, tudo bem?
    EU nunca tive oportunidade de ler romance de época e sempre fico babando por quem consegue realizar a leitura e até gostar, eu morro de vontade e curiosidade para ver se é realmente legal, contando que as edições são sempre lindas e impecáveis e já possuem um lugar no meu coração hahahah Sua resenha ficou incrível, gostei muito da sua opinião diante deste livro e das fotos tiradas.
    Beijão

    ResponderExcluir
  11. Oie!
    Eu já tive a oportunidade de ler esse livro e amei! Inclusive essa série é linda! Daqueles romances que quando começa, não consegue mais parar. Inclsuive, estou gostando de todos os romances publicados pela editora, cada um já ganhou um lugar especial no meu coração.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  12. Olá, acredita que eu nunca li nenhum romance de época? mas confesso que essa série chama muito minha atenção e isso faz com que eu vá atrás deles o quanto antes. A sua resenha me cativou muito, tenho certeza que são livros divertidos e emocionantes!

    Beijos

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2016/03/resenha-ilha-das-sete-luas.html

    ResponderExcluir
  13. Oi! Tudo bem?

    Sabe que eu não curtia romances de época? Geralmente os personagens masculinos são machistas e as femininas submissas. Mas, lendo "PODE BEIJAR A NOIVA", mudei de visão. A personagem feminina é bem forte e determinada, nada submissa, apesar do machismo estampado nos personagens masculinos. Ligeiramente maliciosos deve ser um ótimo livro! Já coloquei em minha wishlist, pois adoro livros com acontecimentos imprevisíveis!

    Beijos,

    Juliana Garcez | Livros e Flores

    ResponderExcluir
  14. Oi Stefani, tudo jóia?
    Não conhecia a serie, gostei da historia, não é só um romance e sim uma historia para refletir.
    Não gostei do fato da beleza de Judith definir quem ela é ou como deve ser tratada pela sociedade.
    Eu não gosto de romance de época, por conta de estilo mesmo. Sei que a Arqueiro está arrasando nesse quesito, e isso está fazendo com que eu crie vontade para ler romances de época! Vi muitos comentários a respeito de Ligeiramente Casados e Ligeiramente Maliciosos, todos eles de forma positiva.
    Acho que esse vai entrar pra minha wishlist!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  15. Oi Steph,
    Olha também sou encantada e apaixonada por romances de época, nunca li nada Mary até hoje, mas tenho o primeiro livro dessa série e pretendo poder lê-lo em breve. Adorei a premissa desse segundo volume, e a sua resenha despertou tanto o meu interesse que acho que vou tirar o meu primeiro da estante ali pra ler.
    Beijos

    ResponderExcluir
  16. Ah, eu também adoro romances de época. Esse eu ainda não tive a oportunidade de ler, mas pretendo o mais breve possível, pois gostei da premissa desde a primeira resenha que li. e depois de ler a sua, fiquei com mais vontade ainda. Adoro livros que nos surpreendem com reviravoltas. A capa é muito linda também!

    Tatiana

    ResponderExcluir
  17. Amo romances de época, estou curiosa para ler essas séries que agora estão em alta, mas ainda não pude comprar nenhuma! Eu quero muito ler essa série e adorei sua resenha! Sou apaixonada nessa capa! Ele já está na lista! Parabéns pela resenha!

    ResponderExcluir
  18. Olá!

    Eu sou apaixonada pelos livros da Arqueiro, eles tem lançado cada vez mais romances maravilhosos!
    Esse eu ainda não li, mas morro de vontade! Amo livros de época e esse me chamou a atenção especialmente pela protagonista se sentir feia, deve ser uma trama linda!

    Bjus
    Blog Fundo Falso

    ResponderExcluir
  19. Olá!

    Estou louca para iniciar essa série, mas tenho algumas leituras atrasadas e por isso não tive a oportunidade ainda. Sou fã de romances de épocas, e todos os que já li: amei!, com exceção do livro da Sylvia Day.
    Estou muito empolgada para ler esse livro, pois ouço comentários muitos bons.

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir