31 março 2016

[Claquete 05] Série - The Carrie Diaries - 1º Temporada


Estamos em 1984, uma época nada fácil para a adolescente Carrie Bradshaw, de 16 anos. Desde a morte da mãe, sua irmã mais nova, Dorritt, está mais rebelde do que nunca, ao mesmo tempo em que o pai, Tom, está assustado com a responsabilidade de cuidar de duas garotas sem nenhuma ajuda. Os amigos de Carrie – o geek Mouse, a nervosa Maggie e o sensível Walt – deixam sua vida mais tolerável, mas a rotina suburbana de Connecticut não a ajuda a superar os problemas. Até mesmo a chegada de um novo estudante de intercâmbio, chamado Sebastian, não a ajuda a seguir adiante. Portanto, quando Tom oferece a Carrie a chance de estágio em uma firma de advocacia em Manhattan, ela mergulha de cabeça na nova vida. Os olhos estão vidrados no glamour e na agitação de Nova York, o que a leva a conhecer Larissa, a editora da revista Interview. Mesmo com um lugar em seu coração para amigos e parentes, Carrie acaba de se apaixonar pelo lugar mais importante de sua vida: a ilha de Manhattan.

Título: The Carrie Diaries
Lançamento: 14 de Janeiro de 2013
Temporadas: 02  (Finalizada)
Duração: 42min
Gênero: Comédia, drama
Exibição: The CW

A história conta um enredo antes de Sex and the City mostrando as aventuras da jovem Carrie Bradshaw e seu amor pela "cidade" de Nova Iorque. Na sua fase adolescente Carrie mora com o pai e sua irmã Dorrit. A família perdeu a mãe há pouco mais de três meses para o câncer e tenta lidar com os problemas gerado pelo trauma. Na escola ela enfrenta os mesmos problemas de uma garota de 16 anos. Apaixonada pelo novato, Sebastian Kydd o playboy metido a galã que também não nega ter sua paixonite por ela fazendo Carrie enfrentar a fúria de sua rival Donna Ladonna, que não hesita em fazer de tudo para ficar com Sebastian e todos os rapazes da escola. 

Os amigos de Carrie também tem seus próprios problemas e segredos, como perder a virgindade, homossexualidade e a procura do verdadeiro "eu". Carrie consegue um estágio em uma empresa de direito em troca de créditos escolares em Manhattan despertando o amor pela cidade mais badalada da época descobrindo que pode criar uma vida nova e ser quem ela realmente é. 


Sexy and the city se tornou um grande sucesso e a The Carrie Daries tentou gerar a mesma euforia trazendo a adolescência da protagonista. Os episódios possuem pouco mais de 40 minutos sendo super alto astral e dramas sem fim. 


Carrie é uma garota meiga, divertida, bonita e muito ansiosa que adora moda. Para conseguir conquistar seus sonhos enfrenta vários obstáculos tendo Larissa - amiga da revista - ao seu lado. A moça nutre uma paixão pelo novato Sebastian e tem uma dura convivência em casa após a morte da mãe com sua irmã mias nova rebelde.


Sebastian chega todo misterioso na escola atraindo atenção de todas as garotas, aparenta ser um cara durão mas no fundo é doce e muito carinhoso. Ele se mete em várias confusões mas Carrie constantemente ajuda-o a superar seus traumas.


Conhecemos também Walt sendo um grande amigo da protagonista, dono de várias confusões internas ele se apaixona por um colega ficando divido se deve assumir sua sexualidade e viver livre de esteriótipos. Maggie é uma das melhores amigas de Carrie categorizada como uma drama queen - rainha do drama - sendo ex namorada do Walt onde terminaram após ele descobrir que ela o havia traído. 


Cada personagem possui sua estória não focando somente nos dramas que Carrie enfrenta, a série expõe dramas reais que adolescentes enfrentavam na época quando ser gay era um sacrilégio e os pais querendo controlar a vida dos filhos em excesso, apesar disso eles se mantem fieis a si mesmos e não desistem dos sonhos.


Todos os episódios são muito bem produzidos trazendo enredos que nos prendem e figurinos fantásticos, mesmo sendo a moda da época ficamos encantados com tanta beleza. A revista é o ponto alto da estória trazendo aquele esteriótipo de pessoas bonitas e estilosas que "todo" ambiente de moda deveria ter. 


A série foi baseado nos livros do mesmo nome, ainda não os li então fica difícil trazer semelhanças e diferenças da adaptação. Infelizmente o canal The Cw cancelou por fala de audiência mas aind apodemos curtir as duas temporadas existentes, fiquei bem triste pois acompanhava e até hoje anseio por mais episódios.


Recomendo a série á todos, já vi e revi algumas vezes e não me canso nenhum pouco então realmente é uma sério que eu não poderia deixar de falar, tenho certeza que curtem de literatura e moda irão adorar pois a série trás muito no enredo.


12 comentários:

  1. Oi Éverton, tudo bem?
    Eu realmente gostava da série e fiquei com pena quando finalizou. Acho que escolheram os autores perfeitos para contracenaram em seus devidos papéis. Eu também não me canso de assistir e recomendo para todos que curtem uma trama mais descontraída, apesar de alguns dilemas necessários.
    Beijos, Fer

    ResponderExcluir
  2. Oiee Éverton ^^
    Essa é uma série que eu estava querendo acompanhar, mas aí desisti quando vi que ela tinha sido cancelada :/ li os livros e gostei muito, então estava curiosa para ver o que se manteve e o que foi tirado da história, mas não quero uma série sem final...hehe' Fico feliz em saber que a série não fica focando só na Carrie, mas dá espaço aos secundários também :)
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oi Everton, lembro que quando foi lançada, eu queria muito acompanhar porque amo Sex and the city, porém, caiu do esquecimento em função de outras coisas. Lendo seu post, fiquei empolgada novamente e vou procurar os episódios para baixar. Valeu demais pela dica.
    beijos

    ResponderExcluir
  4. Amiga quando essa série começou a ser lançada eu comecei a assistir pelo computador. Até puxei a primeira temporada toda para poder conhecer a estória, mas acabei desistindo e não continuei. Mas eu achei a estória gostosinha. Acho que só vi o primeiro episódio e sinceramente deve ser muito bom viu? Pena que eu parei, mas eu na verdade não tenho muita paciência com série, porque vai estendendo e já viu né? Mas como eu disse, eu espero poder assistir novamente, porque eu gostei da Carrie e achei ela toda estilosa, principalmente quando ela pintou a bolsa da mãe dela rs

    Enfim...Adorei a sua resenha sobre a série
    muito bem desenvolvida como sempre =]

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2016/03/resenha-sempre.html

    ResponderExcluir
  5. Olá tudo bem?
    Já tinha ouvido falar na série antes, claro hehehehe. Mas nunca assisti nenhum episódio, só conhecia a série por nome e seu post esclareceu muitas duvidas, então... acho que esse não meu tipo de série não kkkkk Não curti o enredo infelizmente. Mas você tem ração os figurinos são maravilhosos. Gosto quando uma série investe em figurinos também.
    Obrigada pela dica, mas vou ver se a proxima me agrada mais.
    ótimo post ♥

    ResponderExcluir
  6. Gostei da dica. Eu não assisti essa série, porque sou do tipo que só assiste o que tem no Netflix (por pura preguiça de ir atrás de outras fontes – rs). Achei legal o enredo, parece ter diversão e amadurecimento dos personagens. Gosto quando temas diversos são abordados, e esses são bastante modernos, não? A protagonista também parece ser carismática o suficiente para torcermos pela felicidade dela no decorrer dos episódios, algo que para mim é bastante importante.

    Beijos!
    www.myqueenside.com.br

    ResponderExcluir
  7. Olá!

    Ótima descrição da série,é uma pena ela ter sido cancelada. Li que é um spin-off de Sex and the City, então me pergunto por que os fãs dessa não migraram para The Carrie Diaries também. Com a falta de episódios novos, recomendo a leitura dos livros, então.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  8. Já tinha ouvido bons elogios dessa série, mas nunca parei pra ver nem o trailer.
    Achei interessante e fiquei curiosa pra ver, mas com tanta série pra assistir, acho que só vou conseguir começar algo novo lá pro final do ano, hehe.

    ResponderExcluir
  9. Oi, Éverton! Assisti alguns capítulos de Sex and the city e mesmo sem ser fã, pude sacar que essa tinha relação com ela.
    Atualmente não estou "dando muita bola" para séries, porque sou dessas que vicia rápido demais e aí não faz mais nada da vida kkk mas deve ser um prato cheio para os fãs de Sex and the city

    Beijos,
    Kemmy - Duas Leitoras|Vem participar da resenha premiada e top comentarista de abril ♥

    ResponderExcluir
  10. Oie!
    Acredita que nunca assisti Sex and the City? Não sei o que não me chamou a atenção na série. Essa, mesmo sendo com a protagonista mais jovem, já me interessou. Fiquei curiosa para conferir, e tenho certeza que vou me divertir em algumas situações. Uma boa indicação.
    Bjks!
    Histórias Sem Fim

    ResponderExcluir
  11. Oi Éverton, tudo jóia?
    É muita vergonha ter 26 anos e amar essa série? hahaha Eu adoro a Anna Sophia Robb e não assisti Sex an the City, mas minha irmã mais nova começou a assistir no Boomerang e eu acabei acompanhando, só que corri pra assistir tudo na internet legendado (ninguém merece aquelas vozes!). Como você disse, a série é até meio boba, mas é algo leve de assistir e tem aqueles conflitos adolescentes que querendo ou não pegam a gente.
    AMO de paixão!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  12. Olá! Achei interessante a forma como você apresentou a produção. ficou bem diversificado e a apresentação do enredo ficou interessante. Gosto muito de histórias assim, mas tenho lá meus problemas com séries. sempre fico no meio do caminho. Então, acho que ficaria mesmo com os livros.

    Abraço!

    ResponderExcluir