21 março 2016

[Resenha] A Probabilidade Estatística do Amor á Primeira Vista - Por Jennifer E. Smith


Título: A Probabilidade Estatística do Amor á Primeira Vista
Autor (a): Jennifer E. Smith
Páginas: 224
Editora: Grupo Editorial Record
Skoob || Encontre
4 ESTRELAS

Sinopse: Com uma certa atmosfera de Um dia, mas voltado para o público jovem adulto, A probabilidade estatística do amor à primeira vista é uma história romântica, capaz de conquistar fãs de todas as idades. Quem imaginaria que quatro minutos poderiam mudar a vida de alguém? Mas é exatamente o que acontece com Hadley. Presa no aeroporto em Nova York, esperando outro voo depois de perder o seu, ela conhece Oliver. Um britânico fofo, que se senta a seu lado na viagem para Londres. Enquanto conversam sobre tudo, eles provam que o tempo é, sim, muito, muito relativo. Passada em apenas 24 horas, a história de Oliver e Hadley mostra que o amor, diferentemente das bagagens, jamais se extravia.


Hedley é uma garota de 17 anos que está á caminho do aeroporto rumo ao casamente do seu pai em Londres, ela não tem a miníma vontade de ir mas de tanto sua mãe insistir ela acaba aceitando. Por azar - ou obra do destino - ela perde seu voo por míseros quatro minutos tendo que esperar por três horas o próximo. Durante essa espera ela acaba conhecendo Oliver, um britânico de 18 anos que estuda nos EUA e ao que parece, também está indo a Londres para um casamente. Os dois conversam por horas no aeroporto e até mesmo dentro do avião, eles não entendem como pode duas pessoas desconhecidas terem uma conexão tão forte, é como se conhecessem a vida inteira. O momento do adeus chega, Hadley pensa se algum dia voltará a velo, mas no momento ela precisa se concentrar no casamento e se preparar para conhecer a mulher que destruiu o casamento dos seus pais. 
Um dos meus maiores sonhos é conhecer a terra da rainha, então todos os livros que são ambientados na Inglaterra me chamam muito atenção, e com A Probabilidade Estatística do Amor á Primeira Vista não foi diferente. Pela capa achei que seria um livro doce e suave, grande erro, não esperava me emocionar tanto.


O livro é narrado em terceira pessoa e se passa em um período de 24 horas. Com pouco mais de 200 páginas a leitura é fácil e fluida prendendo o leitor de uma manira que só queremos largar quando chega ao fim. 


Em um primeiro momento pensamos que o romance é o foco principal do livro, mas ao decorrer da estória vemos que a protagonista sente uma magoá muito grande pelo pai ter largado a mãe desestruturando a família. São mostrados flashbacks da relação que eles tinham e vemos o quanto o pai era dedicado e amável, não é como se ele fosse um pai relapso, era um ótimo pai e desde o divórcio essa relação foi totalmente cortada, ir no casamento é mais difícil do que parece, ela sabe que precisa estar lá e ao mesmo tempo essa ferida custa cicatrizar. Conhecer Oliver foi como uma chuva em tempo de seca, ele a ouve e entende o que está passando. 


Também temos uma estória secundaria por parte do Oliver que sinceramente, me deixou bem surpresa, ele aparenta ser um garoto forte, divertido e bem centrado, mas trava dentro de si uma batalha muito grande. 


O livro é muito mais do que a capa trás, é sobre relações familiares, superação e perdão. Me emocionei de uma manira com o pai da Hadley e todo esse amor que ele trás para a filha, mesmo estando se casando isso não significa que ela não é o mundo dele. 


Eu simplesmente amei a estória, a autora escreve com uma sutileza tocante tornando a leitura fluida e delicada. A diagramação do livro é simples porém muito fácil de ser lido com letras e espaçamentos na medida certa. Em cada começo de capítulo nos é trazido a hora em que o enredo irá se passar enfatizando ainda mais que o enredo se passa em 24 horas.


Recomendo o livro para todo mundo independente da idade, fui pega de surpresa com tamanha carga emocional que o livro trás e tenho certeza que agradará a todos que lerem. 

26 comentários:

  1. Amei sua resenha!!! Morro de vontade de ler esse livro. Tá na minha lista desde o ano passado..

    Ah! Te indiquei à uma tag: http://unicorniiosanonimos.blogspot.com.br/2014/01/tag-versatile-blogger-award.html

    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Oi Laura é muito bom esse livro, você não dá nada pra ele pela quantidade de paginas, mas a qualidade é incrível.

    Adorei a indicação, irei fazer e te aviso.

    Bjos

    ResponderExcluir
  3. Oi Stefani, tudo bem?
    Eu adoro esse livro, especialmente porque é despretencioso, e os protagonistas sabem lidar bem com suas dramáticas. Li esse livro faz um tempinho, mas é impossível esquecer uma história tão cativante. Realmente agrada a todos que queiram ler.
    beijos, Fer

    ResponderExcluir
  4. Ste lindona eu sou doida para ler esse livro, a capa é linda e o fato de segundos mudar o rumo da protagonista é algo bem interessante, amei suas fotos do livro, bom saber que os protagonistas são bem próximos a realidade carregando suas doses de problemas e emoções. Espero ler em breve. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Que interessante, um livro que se passa em 24 horas e tem 200 páginas. Eu pensei que seria algo arrastado, mas pelo que você disse, a leitura é bem fluida. Realmente, a capa faz parecer que é um livro clichê, não pra imaginar que é um livro tão emocionante assim, fiquei curiosa pra ler! Ótima resenha!

    Virando Amor

    ResponderExcluir
  7. OI.

    Muito fofo esse livro. Assim que comecei a ler, não parei até terminar. Leitura leve e muito boa de fazer numa tarde tranquila. Suas fotos estão muito bonitas, adorei cada uma e a resenha também está muito boa.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  8. Oi Stefani.
    Ainda não tive oportunidade de ler este livro.Mas tenho vontade por causa da sinopse que achei bem interessante e como sua resenha você mostrou que é um livro que contém flashbacks, eu quero ler, pois gosto de leituras que volta ao passado e emociono muito com esse detalhe. Vou colocar na minha lista de desejados.

    Bjos
    http://historiasexistemparaseremcontadas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi, tudo bem?
    Li esse livro ano passado e foi uma leitura deliciosa! O livro tem uma história bem fofa e que flui muito bem.
    Apesar de se passar em apenas 24 horas o romance não pareceu forçado, o que é um ponto bem positivo dessa história.
    Gostei de a autora não ter se limitado apenas ao romance, mas também ter trabalhado as relações familiares em especial a da Hedley com seu pai.

    Beijos :*
    http://livrosesonhos.com/

    ResponderExcluir
  10. Oi!
    Que bom ver uma resenha de alguém que gostou dessa história.
    Eu adorei, e fiquei triste na época do lançamento, pois vi muitas críticas negativas =/
    Realmente vai além de uma capa bonita. São dramas familiares e uma bonita relação entre as pessoas que tornam esse livro especial.
    Adorei suas observações e as fotos estão uma fofura.
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  11. Oi..
    Assim que esse livro foi lançado eu quis muito ler ele, mas com o tempo acabei esquecendo dele. Você acredita que essa é a primeira resenha dele que leio, quando quis ler, quis apenas pela capa bonina e porque ele estava sendo muito divulgado, agora que sei que a história é densa e bem construída e ainda por cima comovente desejo ler de novo, mas dessa vez pelos motivos certos.

    Abçs
    Sou bibliófila

    ResponderExcluir
  12. Li este livro em 2013 e a história ainda está bem fresca na minha memória e lembro que eu o que mais gostei do livro foi a temática da família e não exatamente o romance, ainda que seja fofo também. Amei sua resenha e me deu até vontade de reler o livro.
    Parabéns pela parceria, que os dois lados ganhem muito com isso e que o blog fique recheado de divulgações maravilhosas e resenhas instigantes!!!
    Meu Amor Pelos Livros
    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Estou cada vez mais surpresa, pois assim como você eu olhava a capa do livro e pensava em algo bem suave, leve e divertido, mas essa é a segunda resenha que leio onde a resenhista diz que o livro é daqueles que te faz chorar.
    Também pensei que o romance seria o foco principal, mas adorei saber sobre os dramas familiares, gosto de livros assim.
    Agora mais do que nunca quero ler o livro, o mais rápido possível, pois realmente estou curiosa
    Amei a premissa, sua resenha e AAAA essas fotos cheias de corações ♥ Muito amor

    ResponderExcluir
  14. Oiii!

    Que gosto de ler sua resenha! As fotos ficaram lindas e deram um que a mais nela.
    Tá lindinha demais!
    Eu gostei muito da sua resenha! Eu queria muito ler essa obra, porque sempre vejo elogios para a obra e isso me anima mais.
    Acho que é um tema que foi bem trabalhado o que eu admiro isso nos livros.
    Gostei muito dos sentimentos que a obra para ti e espero ler em breve!

    Beijinhos <3

    ResponderExcluir
  15. Oi!
    Não sabia que o lo livro tem essa emoção toda. Sempre quis o ler,mas ainda não tive oportunidade e ua resenha me deu a sensação de que tenho que o ler "pra ontem".
    Amei sua resenha.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  16. Oi!!

    Gostei da proposta do livro e a leveza que o mesmo apresenta. Isso é para se perceber o poder que o tempo têm, apenas 4 minutos muda uma vida. Legal essa questão familiar, quando muitos casamentos acabam a relação entre pais, filhos e Cônjuges realmente fica estranho, entretanto deu para perceber que além de abordar essa questão o livro meche com a emoção e com algo tão difícil e complicado como o perdão. Beijos...

    ResponderExcluir
  17. Olá, sabe que eu li esse livro um tempo atrás e me apaixonei por ele, é bem o tipo de leitura que me agrada, com um romance bonitinho e com problemas de família envolvido, esse tipo de leitura sempre me emociona e sempre que posso estou indicando esse livro!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  18. Oie! Eu conhecia a obra apenas pela sua capa e pelo título - ela geralmente é marcada naquelas tags onde diz "maior título da sua estante", hahah -, mas nunca havia parado para pesquisar sobre o que se tratava. Também imaginei que seria uma história fofa para se ler quando não há mais nada para fazer, mas é bom saber que vai muito além disso. Achei bem legal a autora abordar a questão familiar. Muitas vezes a separação de um casal provoca problemas irreversíveis em seus filhos e acredito que isso deve ser um assunto a ser tratado com atenção. Depois da sua resenha, esse livro definitivamente vai para a minha lista de desejados e futuras leituras *-* As suas fotografias ficaram lindas demais! *o*

    Beijos,
    Fernanda F. Goulart,
    Império Imaginário.

    ResponderExcluir
  19. Concordo contigo em relação a obra em diversos aspectos, também tenho a vontade de conhecer a terra da rainha e adoro o clima dos livros que se passam lá. Outra coisa bem legal é se passar em um curto período de tempo e ter amadurecimento dos personagens e eles enfrentando esses problemas diversos, que foram trabalhados muito bem mesmo com poucas páginas.

    http://deiumjeito.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Olá.
    É exatamente isso, foi o que captei quando terminei essa leitura, o enredo oferece mais que um simples romance, a sutil mensagem de fundo é que traz todo o diferencial e fez com que eu me encantasse com o livro.

    Beijos.
    Leituras da Paty


    ResponderExcluir
  21. Olá! Já li o livro e gostei bastante dele, foi a primeira história que li cujo enredo se desenvolve em 24 horas e gostei bastante da experiência. Realmente, o livro é bem mais do que a capa o faz parece, é uma história leve, fluída, mas ao mesmo tempo tem toda a carga emocional que você descreveu. O livro vai virar filme esse ano, mas ainda não vi nenhum trailer ou notícia recente sobre. Espero que não tenham desistido do projeto :-/
    Adorei sua resenha. Beijos!

    ResponderExcluir
  22. Oi! Gostei do seu post e me interessei bastante pelo livro. Também sou apaixonada por tudo que envolve a Inglaterra <3 Já entrou na minha lista!

    E adorei seu blog, muito lindo aqui! Parabéns!

    ResponderExcluir
  23. Eu compartilho com você o sonho de conhecer a terra da rainha, e já gostei de saber que esse é o ambiente do livro. Aliás, que história fofa, hein! Amei a premissa e já estou de olho no livro. certamente estará entre as minhas próximas comprinhas literárias. Amei a dica e a sua resenha!

    Tatiana

    ResponderExcluir
  24. Oiiie,

    Quem nunca não quis conhecer a terra da rainha? Eu tenho esse sonho. Sabe adoro livros que trás mensagens sobre relações familiares, superação e perdão, porque nos dá uma lição de vida. Espero ler em breve. A capa é lindíssima. Ameeei.

    Bjs

    ResponderExcluir
  25. Oi!!
    Nossa eu acho essa capa muito show e tinha mais ou menos a mesma impressão que tu sobre a história e pelo visto não é bem isso.
    Pelo visto o foco central não é mesmo o romance e sim os dramas que os personagens enfrentam, realmente para muitos é difícil encarar a separação dos pais e ela sofreu muito com isso pelo que você escreveu.
    Eu já tinha vontade de ler esse livro agora então eu quero mais ainda conferir esses conflitos e esse romance.
    Beijão!
    Lilica - O maravilhoso mundo da leitura

    ResponderExcluir
  26. Olá!
    Eu sempre vejo críticas maravilhosas sobre esse livro. Saber que a história não é um romance vazio, que aborda temas e sentimentos profundos me motiva a conhecer a história. A capa do livro é linda e já anotei a sua dica.
    Adorei a sua resenha e espero poder ler esse livro em breve.
    Beijinhos!
    http://www.eraumavezolivro.com.br/

    ResponderExcluir